Associação de Judô Corpore Sano lança projeto social em Ribeirão Preto

0
29

A Associação de Judô Corpore Sano, referência na administração de projetos es­portivos e educativos, como o Rumo ao Pódio e o Educa Judô, lançou na tarde desta segunda-feira (23) o seu pri­meiro projeto de cunho so­cial, o “Judô Cidadão”.

Coordenado pelo profes­sor Kodansha 6º Dan, Sensei Cleber do Carmo, o projeto visa, além de inserir crianças de 6 a 16 anos a prática es­portiva, também dar acom­panhamento psicológico e social aos alunos.

“Estou muito feliz em po­der expandir nosso trabalho para algo mais voltado para o social. De certa forma, nós já fazíamos esse trabalho, porque o esporte é um pilar fundamental da educação, mas, desta vez, nosso intuito é cuidar mais do lado huma­no. Nossa ideia é formar bons cidadãos, que, no futuro, possam ser bons esportistas, bons advogados, bons médi­cos, bons policiais”, disse Cle­ber do Carmo.

De segunda a quinta os alu­nos ficam na sede da Corpore Sano das 13h às 16h30. Entre os horários e em dias variados, as crianças vão participar de atividades lúdicas, brincadeiras, fundamentos do judô e terão acompanhamento com uma psicóloga e uma assistente social.

Psicóloga do projeto, Je­nifer Burkater afirmou que tudo foi minimamente pen­sado e organizado para pro­porcionar a melhor experiên­cia para cada aluno. Para ela, isso pode ser um diferencial no futuro das crianças.

“O projeto está sensacio­nal. Me sinto lisonjeada por poder fazer parte disso tudo. Vejo esse projeto como algo extremamente importante para o desenvolvimento de habilidades sociais e culturais de cada uma das crianças que puderem participar do projeto. Nossa equipe pensou em cada detalhe para poder oferecer a melhor experiência para elas. Tenho certeza que fará a di­ferença no futuro de cada um desses pequenos”, afirmou.

Assistente social respon­sável pelo projeto, Camila Guimarães reiterou a impor­tância da utilização do méto­do de serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.

“Sou formada no Serviço Social há 15 anos e para mim tem sido muito gratificante compor a equipe técnica do Judô Cidadão. O serviço de convivência e fortalecimento de vínculos sempre fez parte da minha experiência profis­sional. É uma área da qual eu sou apaixonada, pois traba­lha a prevenção e a formação do cidadão, diferentemente da média e alta complexida­de que atua muitas vezes com atendimento emergencial”, destacou.

Comentários