Elas investiram recente­mente na composição a qua­tro mãos. Estamos falando de Jéssica Macedo, mineira de 25 anos, moradora em Belo Ho­rizonte (MG) e Mari Sales, 35 anos, natural de Cuiabá (MT) e que hoje mora em Campo Grande (MS), duas escritoras brasileiras que se conheceram via aplicativos de internet e, no ano passado, durante a pande­mia trocaram mensagens.

Deste encontro virtual, des­cobriram um universo de possi­bilidades na escrita conjunta. A conexão se deu logo no começo do trabalho e rendeu, em agos­to, um livro de fantasia assinado pelas duas, e parte de uma série formada por produções autorais complementares.
Na última sexta-feira, 9 de abril, elas lançam “Sempre Minha”, mais um e-book pelo Grupo Editorial Portal – o se­gundo integralmente escrito em conjunto e o terceiro que retrata narrativas das Famílias Mazzi e Sartori, sucesso de vendas pela Amazon.

“Na pandemia, a gente co­meçou a conversar sobre o mercado editorial, o atraso de correios para entrega de lança­mentos e o cenário geral, aí eu brinquei com a Jéssica – vamos escrever um livro juntas? Ela to­pou”, conta Mari.

Jéssica lembra que quan­do recebeu o convite estava com a capa de “Trevor” na sua lista de projetos. “Apre­sentei a ela e logo começamos a escrever”, complementa.

Para montar essa primeira série, as autoras trouxeram o universo de vampiros à tona. Primeiro elas decidiram estraté­gias e roteiros em conjunto, mas cada uma escreveu o seu próprio livro, só que com conexões de personagens, cenas e falas. Deste projeto colaborativo, nasceram as histórias de fantasia “Trevor – o bebê proibido”, de Jéssica Macedo e “Scorn e a inevitável conexão”, de Mari Sales.

Como aprendizado desta experiência, Jéssica diz que a autocolaboração é uma excelen­te ferramenta para o processo criativo. Ela percebeu que essa é uma forma de se ter ideias, até melhores, antes de iniciar a escrita. A produção tem sido muito rápida com trocas diárias entre elas. “A gente compartilha antes o roteiro, as cenas que apa­recem em comum nos livros, o que facilita o trabalho”.

Com os dois livros iniciais da série publicados, a dupla ficou animada para o lançamento do terceiro do combo: “Thomy & Milly – E o amor proibido”, lan­çado pela Amazon – este sim escrito pelas duas. A trilogia foi um sucesso de vendas e abriu caminho para novos trabalhos.
“Foi muito bom escrever em conjunto. Eu tenho um rit­mo ágil de escrita e a Mari foi a primeira autora que encontrei na mesma ´vibe´ e com metas semelhantes. Conseguimos fa­zer os livros no mesmo prazo”, destaca Jéssica.

Mari explica que não é só o ato de escrever em si que exige essa sintonia. Segundo ela, os projetos têm dado certo, porque há algo a mais. “Para fazer a par­ceria, a gente precisa estar tam­bém conectada nos objetivos e nós temos uma visão do merca­do que contribui muito”.
As autoras indicam que antes de se iniciar um projeto como os que criaram, é preciso um bom planejamento. “Conversamos bastante, avaliamos qual o tema mais lido e qual assunto nossos leitores estavam mais interessa­dos no momento”, garante Mari.

Sintonia de projetos
Tanto Mari Sales quanto Jéssica Macedo já tinham vivi­do essa experiência de escre­ver a quatro mãos em outras parcerias, mas revelam que a afinidade entre elas funcio­nou bem. A forma fluída e a agilidade na escrita são carac­terísticas semelhantes entre as duas, o que gerou de imediato pontos positivos para esse tra­balho coligado, abrindo pers­pectivas a novas histórias.

Mesmo escrevendo em con­junto, as escritoras trazem a sua bagagem particular nas produ­ções. “A nossa escrita é parecida, mas cada uma tem suas particu­laridades”, finaliza Jéssica.

Jéssica Macedo
É mineira de 25 anos, mora em Belo Horizonte, Minas Ge­rais. De dentro de seu aparta­mento, na companhia do marido e de três gatos, ela produz uma série de livros de fantasia, roman­ces de época e contemporâneos e, principalmente, obras da literatu­ra hot, um verdadeiro fenômeno editorial entre o público femini­no, vendidos em um ritmo inten­so nas plataformas digitais.

Teve a primeira experiência aos nove anos e tornou-se au­tora aos 14, com o lançamento do seu primeiro livro, “O Vale das Sombras”. Com mais de 60 obras publicadas, é escrito­ra, editora, designer e cineas­ta. Hoje, Jéssica é o principal nome de um time de 25 auto­res, a maioria mulheres, que compõem o catálogo do Grupo Editorial Portal, que ela mesma criou a partir das experiências vividas em outras editoras.