Balaco faz show na Fábrica de Extintores

0
36
DANILO MARQUES

Neste sábado, 7 de de­zembro, a Banda Balaco estará na Fábrica de Extin­tores para apresentar o me­lhor da música brasileira, em um show dançante, com muito groove e swing. A casa fica na rua Flávio Uchôa nº 2.151, nos Campos Elíseos, na Zona Norte de Ribeirão Preto. Os portões abrem às 22 horas e os ingressos para o show custam R$ 10 até às 22h30 para quem tem nome na lista de desconto do even­to no Facebook. Na página “Balaco na Fábrica!” vai rolar um sorteio de três entradas e três chopes artesanais.

Formada por Duda La­zarini (bateria e voz), Rodri­go Scova (voz e percussão), Bruno Barbosa (baixo e voz), Lele Fegon (voz), Zé Candido (guitarra e violão), Leandro Cunha (teclado), Marcelo Toledo (sax e flauta) e Marce­lo Rocha (trompete), a Banda Balaco tem 19 anos de estra­da, sendo um dos principais grupos de swing, samba-rock e gafieira do interior do esta­do de São Paulo.

A banda tem como carac­terística forte e marcante a presença dos metais, e o ba­lanço suingado da cozinha brasileira muito bem tempe­rada composta de contrabai­xo, bateria, guitarra, teclado e percussão. Em seu repertório, o grupo busca fazer uma in­tensa pesquisa sobre a música negra brasileira, misturando clássicos com compositores atuais, como Tim Maia, Jorge Bem, Luiz Melodia, Baiana System, entre outros.

Nestes 19 anos de palco e estrada, além de afiar o re­pertório e afinar a qualidade das execuções ao vivo e dos arranjos, a banda gravou dois discos. O primeiro, gravado em 2008, é um registro do show ao vivo realizado na Feira do Livro de Ribeirão Preto. O segundo disco, “Soul do Samba”, de 2011, é um tra­balho autoral e de releituras de clássicos da MPB.

Em sua trajetória, a Ban­da Balaco já se apresentou em importantes palcos, como a Virada Cultura de São Paulo, Virada do Interior, em diversas unidades do Sesc no interior paulista, além de convidar e di­vidir palco com alguns artistas como Nereu do Trio Mocotó, Marcos Matolli do Clube do Balanço, Bebeto, Ully Costa do grupo Sandália de Prata e Ma­rio Brother do grupo carioca Farofa Carioca.