JF PIMENTA/JORNAL TRIBUNA

O Botafogo venceu o São Bento com o placar de 1 a 0 na noite da última sexta-feira (13) e encerrou a sequência negativa de quatro jogos sem vitória. O gol do triunfo dentro do estádio Santa Cruz foi ano­tado por Didi. Com a vitória, o Pantera assume a 6ª colocação, com 32 pontos. O Bota volta a campo na próxima terça-feira (17), diante do Vila Nova, no Serra Dourada.

Com a missão de quebrar a sequência de resultados ne­gativos, Hemerson Maria me­xeu na equipe e apostou numa formação mais leve e veloz. A aposta deu certo e o Pantera foi mais perigoso desde os primei­ros minutos de jogo.

Contando com boa atua­ção de Pablo, que foi um pilar no meio-campo, e a excelente combinação ofensiva de Lucas Mendes e Júlio César, princi­palmente na primeira etapa, clarearam as coisas para o Pan­tera. Didi, autor do gol, fez par­tida segura e está credenciado para assumir a titularidade da equipe.

O jogo
A primeira etapa foi de su­perioridade do Botafogo. Com mais posse de bole, o Pantera controlou as ações e conseguiu criar situações de gol. No total foram 10 finalizações nos pri­meiros 45 minutos.

O início de jogo foi melhor do que qualquer um pudesse esperar. Logo aos 4 minutos, após cobrança de escanteio, Doriva furou e a bola sobrou para Didi testar para o fundo da rede e abrir o placar.

O São Bento respondeu aos 6 minutos. Paulinho Boia fez boa jogada e tocou para Dori­va, que bateu de fora da área e levou perigo ao gol de Darley. Aos 12 minutos, Caio Rangel arriscou de fora da área e a bola passou perto.

O Botafogo voltou a levar perigo aos 16. Júlio César do­minou na entrada da área e ba­teu rasteiro, no canto direito de Renan Rocha, que caiu bem e fez ótima defesa.

Com muito espaço para jo­gar, Lucas Mendes foi peça fun­damental no ataque. Após boa combinação com Júlio César, Mendes achou Henan dentro da área. O atacante bateu travado e na sobra, Diego Gonçalves che­gou batendo de primeira para boa defesa de Renan Rocha.

Nos minutos finais o Pante­ra fez uma blitz e foi para cima. Aos 41 minutos, após bate e rebate, a bola sobrou para Júlio César, na marca da cal, ajeitar e bater para fora perdendo boa oportunidade. Aos 44 minutos, Lucas Mendes fez outra boa combinação com Júlio César e serviu Henan, que dominou e bateu para outra boa defesa de Renan Rocha.

Na volta do intervalo, o Bo­tafogo recuou as linhas de mar­cação e deu a bola para o São Bento jogar. Aos 5 minutos, Rodolfo bateu falta da entrada da área e Darley fez boa defesa. Na sequência, Paulinho Boia fez o que quis e cruzou na área, por muito pouco Zé Roberto não colocou a bola na rede.

Com a proposta de apostar nos contra-ataques, Hemerson Maria sacou Júlio César e apos­tou em Dodô, jovem formado nas categorias de base do clube. Na sequência, Maria trocou Diego Gonçalves por Nadson.

Aos 44 minutos, Nadson puxou contra-ataque e bateu da entrada da área. A bola ti­rou tinta da trave. Na jogada seguinte, Fabio Bahia bateu de fora da área, a bola quicou e Darley fez uma defesa espe­tacular, salvando o Botafogo e garantindo a vitória. Com o re­sultado, o Tricolor chegou aos 32 pontos e assumiu proviso­riamente a sexta colocação.

Comentários