Botafogo perde para o CSA e pode ser rebaixado nesta rodada

0
163
Tricolor perdeu para o CSA no Santa Cruz e ficou muito perto do rebaixamento (Foto: José Bazzo/Agência Botafogo)

O Botafogo foi derrotado pelo CSA com o placar de 3 a 1 na noite desta terça-feira (19) e ficou muito próximo do rebaixamento para a Série C. Os gols da partida foram marcados por Nadson e Pimpão para os alagoanos e Wallison Maia descontou para o Tricolor. O próximo duelo do Pantera é contra o Vitória, na terça-feira (26), às 21h30, no Barradão.

O revés veio em péssima hora para o Pantera e o descenso pode ser confirmado ainda nesta rodada. Se Náutico e Vitória vencerem seus confrontos, o Tricolor estará matematicamente rebaixado. Com 34 pontos, o Botafogo, se vencer seus dois últimos jogos, chega no máximo a 40 pontos. Vitória e Náutico já tem 39 pontos e podem rebaixar o Tricolor nesta quarta-feira.

O duelo com o CSA não foi uma partida ruim do Botafogo, que conseguiu igualar as ações em diversos momentos. Entretanto, como foi corriqueiro durante toda a competição, as desatenções e falhas defensivas complicaram a vida do Pantera no jogo.

Agora, resta ao Botafogo torcer e saber se terá mais oportunidades de seguir lutando ou se vai poder começar a planejar a temporada de 2021.

O Jogo

A primeira etapa do jogo foi bastante equilibrada e com boas oportunidades para ambos os lados. A opção de Moacir Júnior de povoar o meio-campo com quatro meio-campistas surtiu efeito e o CSA demorou a conseguir se encontrar na partida.

O Botafogo assustou primeiro, aos 17 minutos. Martineli fez boa jogada pelo lado esquerdo e achou passe milimétrico para Jeferson no meio na área. O lateral chegou um pouquinho atrasado e desperdiçou uma ótima oportunidade de abrir o placar.

Em jogada semelhante, aos 20 minutos, Val achou Jeferson nas costas da zaga. O camisa 39 até mandou para a rede, mas o bandeirinha flagrou posição irregular e anulou o gol.

Melhor na partida o Botafogo teve outra boa oportunidade aos 26 minutos. Matheus Anjos dominou na entrada da área, trouxe para o pé direito e bateu chapado, buscando o ângulo. Bem posicionado, Matheus Mendes fez linda defesa.

O Botafogo não aproveitou as boas oportunidades que teve e o CSA foi letal no contra-ataque. Aos 38 minutos, Pimpão cruzou na área e o pequeno Nadson, que jogou no Pantera na temporada passada, ganhou da defesa, desviou de cabeça e abriu o placar no Santa Cruz.

O Tricolor ainda teve uma grande oportunidade para empatar aos 47 minutos. Val soltou um foguete da entrada da área e Matheus Mendes fez outro milagre.

Moacir Júnior optou por não mexer no intervalo, porém, a ideia de congestionar o meio já não funcionava mais. Com Bady completamente inofensivo no duelo, o Botafogo virou presa fácil para os visitantes.

Tentando recolocar o Botafogo no jogo, Moacir Júnior sacou Bady e Raniele e colocou Cássio Ortega e Judivan na partida.

As mexidas não melhoraram o Botafogo e o CSA passou tomar conta da partida. O bom momento dos alagoanos foi transformado em gol aos 26 minutos. Gabriel cruzou na área, a zaga do Pantera cortou mal e ficou olhando. Livre, Rodrigo Pimpão dominou na marca do pênalti e bateu na saída de Igor Bohn.

O Botafogo se lançou ao ataque e descontou aos 31 minutos. Após cruzamento de escanteio de Matheus Anjos, Wallison Maia subiu mais que a defesa e testou firme para o fundo da rede.

Aos 34 minutos, o Botafogo teve uma grande chance de empatar. Matheus Anjos achou lindo passe para Cássio Ortega, que saiu na cara de Matheus Mendes, mas pegou mal na bola e perdeu uma ótima chance.

Completamente abatido, o Botafogo teve a expulsão de Rafinha aos 42 minutos e levou o terceiro gol aos 43. Após confusão na área, a bola sobrou para Pedro Júnior, livre, apenas empurrar a bola para o fundo da rede. Sem forças, o Tricolor apenas se segurou na partida para não tomar mais gols.