Jornal Tribuna Ribeirão

Botafogo recebe o Figueirense em confronto pela Série C

JOÃO VICTOR MENEZES/AGÊNCIA BOTAFOGO

Depois de estrear bem na Copa Paulista, utilizando muitos jogadores que fazem parte do elenco que disputa a Série C, o Botafogo volta sua atenção para a compe­tição nacional. O Tricolor recebe o Figueirense neste sábado (18), às 17h, no está­dio Santa Cruz, em jogo vá­lido pela penúltima rodada da Série C.

Para a partida, o técnico Argel Fuchs relacionou o jo­vem atacante Dudu Hatamo­to, que foi um dos destaques da vitória diante do Velo Clu­be marcando um belo gol em jogada individual. Ele tinha ficado fora do duelo contra o Criciúma.

Além de Dudu, a outra novidade é a presença do zagueiro Gabriel Tocantins, revelado nas categorias de base do clube. Rafael Tavares, Emerson e Luketa, que cum­priram suspensão no último jogo pelo torneio, também estão relacionados.

Por outro lado, o desfal­que é o goleiro Caio Bolo­nhin, que tinha sido titular contra o Criciúma. Ele sen­tiu uma lesão na panturrilha direita durante a atividade desta quinta-feira. Os outros desfalques são Matheus San­tos e Gustavo Xuxa, que pas­saram por cirurgia no joelho, além do zagueiro Fabão com desconforto muscular.

Sem Caio, a tendência é que Igor Bohn retorne ao time titular. Ele teve atuação de destaque na partida con­tra o Velo Clube pela Copa Paulista.

O Botafogo tem chan­ces remotas de classificação para a próxima fase. Entre­tanto, o discurso dentro do clube segue sendo positivo. Na última entrevista antes da partida, Argel falou so­bre o tema.

“Sabemos da dificulda­de, mas ainda temos chances matemáticas e precisamos lutar até o final. Vamos fazer o nosso papel e buscar a vi­tória desde o início diante do Figueirense independente do resultado do Criciúma. Que­ríamos estar em outra situa­ção, porém, não foi possível. Vamos continuar lutando e honrando essa camisa cen­tenária até o final”, disse o treinador Argel Fuchs nesta sexta-feira.

Com 21 pontos e na sexta colocação do Grupo B, o Tri­color precisa vencer os dois próximos jogos e torcer para derrotas do Criciúma (dian­te do Mirassol e do próprio Figueirense), que soma 27 pontos e está na quarta posi­ção. O Pantera ainda precisa reverter sete gols de saldo.

Na entrevista, Argel Fu­chs não confirmou a escala­ção que deve iniciar a partida diante do time catarinense.

“Vamos divulgar momen­tos antes da partida, mas te­remos um leque maior de opções, já que o Emerson, o Rafael Tavares e o Luke­ta retornam após cumpri­rem suspensão”, afirmou o comandante botafoguense, que ainda elogiou o atacante Dudu.

“O Dudu vem numa cres­cente e daqui a pouco vai começar uma partida como titular. Ele é um jogador que está recuperando a confiança e fez um gol [contra o Velo Clube] importante para dar moral”, completou.

A tendência é que o Bo­tafogo comece a partida com a seguinte escalação: Igor Bohn; Rodrigo Ferrei­ra, Diego Guerra, Yan Vic­tor (Rayan) e Pará; Caetano, Emerson e Rafael Tavares; Ariel (Dudu), Walter e Bruno Santos (Luketa).

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com