Caixa abre nova etapa de saques

0
19
MARCELO CAMARGO/AG.BR.

A Caixa Econômica Federal inicia, nesta sexta-feira, 22 de novembro, uma nova etapa do calendário de pagamentos do Saque Imediato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Os trabalhadores nas­cidos em junho e julho poderão realizar o saque de até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa. Até dia 5 haviam sido pagos mais de R$ 17,4 bilhões para cerca de 41,3 milhões de trabalhadores.

Assim, a Caixa Econômica Federal já atendeu cerca de 43% dos 96 milhões de trabalhado­res contemplados pela medida provisória 889/2019 e liberou aproximadamente 44% dos R$ 40 bilhões previstos. No dia 8, o banco estatal autorizou a libera­ção de mais R$ 3,4 bilhões para 8,8 milhões de pessoas nascidas em abril e maio.

A liberação de saques ime­diatos de até R$ 500 do FGTS deve injetar R$ 100 milhões em Ribeirão Preto até o final do ano, segundo estimativas do economista Gabriel Couto, da Associação Comercial e Indus­trial (Acirp), já contabilizados os correntistas da Caixa Eco­nômica Federal que receberam os créditos em conta em setem­bro e até 9 de outubro e dos não correntistas.

Para quem possui conta de poupança na Caixa Econômica Federal, os valores já foram cre­ditados até o dia 9. Para quem não é correntista do banco, os saques podem ser feitos pelos canais de atendimento (lotéri­cas, agências, caixas de autoa­tendimento e correspondentes bancários). Neste caso, os paga­mentos começaram em 18 de outubro para os brasileiros com data de aniversário em janeiro.

Quem optar pela transferên­cia de recursos para outros ban­cos não precisará pagar nenhu­ma taxa. Pelo novo cronograma todos os trabalhadores poderão sacar o valor referente ao Saque Imediato ainda em 2019. Para quem nasceu em agosto, o iní­cio será em 29 de novembro. No caso de quem faz aniversário em setembro e outubro, a data de início é 6 de dezembro. Por fim, para quem faz aniversário em novembro e dezembro, a data é 18 de dezembro de 2019. A da­ta-limite para recebimento dos valores continua sendo 31 de março de 2020.

Anteriormente, a previsão da Caixa era de que os saques imediatos somente seriam fina­lizados em 6 de março de 2020, quando seriam pagos os valores para quem faz aniversário em dezembro. Em 24 de julho, o governo anunciou a liberação de saques de até R$ 500 de con­tas ativas (referentes a contra­tos de trabalho atual) e inativas do FGTS. O limite é por conta. A projeção do governo era de que os saques injetassem R$ 40 bilhões na economia até 2020, sendo que R$ 28 bilhões seriam para este ano e R$ 12 bilhões para o próximo ano.

Com a mudança, os R$ 40 bilhões serão liberados já em 2019. A data limite para recebi­mento dos valores continua sen­do 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a con­ta de FGTS do trabalhador, sem qualquer ônus. Quem tiver dú­vidas sobre valores e direito ao saque pode fazer a consulta pelo aplicativo FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site fgts.caixa.gov.br e pelo telefone de atendimento exclusivo, dis­ponível 24 horas: 0800 724 2019.

Os saques de até R$ 500 es­tarão disponíveis nas casas loté­ricas e nos terminais de autoa­tendimento, para quem possui senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui apresentando do­cumento de identificação. Já os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em unidades lo­téricas, mediante apresentação de documento de identificação original com foto.

Cerca de 20 milhões de tra­balhadores poderão contar com essa facilidade. Para agilizar o atendimento, o trabalhador deve estar com sua carteira de trabalho em mãos no momen­to do saque. O Saque Imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso seja demitido sem justa causa ou demais hipóteses previstas em lei. O saque de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço não significa adesão ao Saque-Aniversário ou a perda do direito à multa resci­sória, independente do canal de recebimento.

Comentários