os próximos dias, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) deve lançar um programa de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado voltadas ao combate do coronavírus. Serão, no total, 280 bolsas de estudos em diversas áreas para incentivar a pesquisa e alta formação em Covid-19.

De acordo com Cláudia Queda de Toledo, presidente da Capes, em entrevista ao programa ‘Brasil em Pauta’ ), na TV Brasil, as bolsas são em áreas como arquitetura, medicina e direita. A ação, classifica ela, é emergencial.

“No caso da Covid são bolsas emergenciais que passarão a ser estratégicas sempre. A pandemia, nós estamos tentando vencê-la, mas ela nos trouxe muitos desafios”, acrescentou a presidente. O novo programa de bolsas se aos a outros R$ 200 milhões destinados a bolsas de estudos do Programa de Combate a Epidemias.

Cláudia Queda de Toledo ainda falou sobre o trabalho da Capes, que também avalia, a cada quatro anos, todos os programas de pós-graduação do país. “A pós-graduação num município transforma a vida daquelas pessoas e daquela comunidade”, disse.

Variantes ovid-19. Imagem: shutterstock
O Brasil acumula quase 580 mil mortes pela doença. Imagem: Shutterstock

 

A presidente da Capes contou ainda que o Brasil conta com mais de 7 mil cursos de pós-graduação, integrantes de mais de 2,6 mil programas. Atualmente, são quase 100 mil bolsas.

Covid-19

O balanço mais recente da pandemia da Covid-19 no Brasil registrou 684 mortes, no sábado (28). Os dados foram atualizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde. Também em números do sábado, foram quase 24,7 mil novos casos da doença confirmados em apenas 24 horas.

O país acumula mais de 20,7 milhões de casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Até agora, foram quase 580 mil pessoas mortas em decorrência do vírus.

Via Olhardigital