Cauim retoma atividades com sessões e transporte gratuitos

0
66
DIVULGAÇÃO

O Cineclube Cauim reini­ciou suas atividades no últi­mo dia 05 de outubro, de for­ma gradual e segura. A sala de exibição com capacidade para 1.000 lugares recebe no máximo 300, cumprindo o distanciamento social. Uma parceria com a Fabarb – Fe­deração de Associação de Bairros de Ribeirão Preto foi realizada e três sessões de ci­nema estão sendo exibidas.

Os trabalhos respeitam os protocolos de segurança e hi­giene por conta da pandemia de covid-19. O espaço ofe­rece higienização completa do ambiente, com destaque paras as poltronas, àlcool gel, uso obrigatório de máscaras, sabonetes antibacterianos, ta­petes sanitizantes, gerador de gás ozônio, termômetro digi­tal medidor da temperatura corporal e, principalmente, o distanciamento social.

Nos ônibus, oriundos de projeto anterior à pandemia, com 48 lugares, estão sendo usados 50% da capacidade, respeitando o distanciamen­to social para o transporte das pessoas.

Parceria
A parceria com a Fabarp é o ponto de apoio e de arti­culação com os bairros e os moradores. O Cauim dispo­nibilizará três sessões diárias, todos os dias da semana (8h, 14h e 16h).

Segundo os diretores do Cauim, se alguma associa­ção, igreja, clube e grupos organizados quiserem par­ticipar, o procedimento é simples. “Apenas entrar em contato com o Cauim (3441- 4341 e 3236- 7832) e agendar a visita”. O Cauim salienta que podem ser agendadas sessões noturnas, às 19h30, para o público adulto. Tudo de forma gratuita. O projeto denominado Cinema Para Todos, tem apoio do Pronac (192163).

“Este ano já se desenhava como o melhor ano da his­tória do Cauim, inesperada­mente um vírus começou a se disseminar e quase assola a nossa cidade e o mundo. Nossas atividades foram pa­ralisadas no dia 20 de março e a situação ficou muito crí­tica, temos funcionários, um custo altíssimo de manuten­ção e sofremos muitos nestes tempos. Agora, retornamos com transporte e acesso gra­tuito”, finaliza Fernando Ka­xassa, presidente do Cineclu­be Cauim.

Comentários