Botafogo quer dar oportunidade para jovens da base na Série B

0
339
AGÊNCIA BOTAFOGO

Murilo Bernardes

O Botafogo começa sua campanha na Série B neste final de semana. A péssima participação no Campeonato Paulista gerou grande descon­fiança no torcedor botafo­guense. O pedido por reforços é uma unanimidade. A dire­toria está atenta ao mercado, mas pretende olhar para o que sempre foi a força do Tricolor, a categoria de base.

Não à toa, o clube carrega a alcunha de “Celeiro de Campe­ões”. Segundo Fernando Gelfu­so, diretor de futebol do Pante­ra, o técnico Claudinei Oliveira quer apostar em jovens talen­tos formados no clube.

“A utilização dos jogadores da base foi conversada com o Claudinei, mas, antes disso, ele já havia demonstrado interesse em dar oportunidade para eles. As vezes a gente se surpreende positivamente com as pessoas e o Claudinei é um profissio­nal que me surpreendeu muito de forma positiva, é um grande profissional e ser humano. Ele enxerga que os meninos da base precisam ter espaço entre os profissionais”, afirmou Gelfuso.

Com contrato válido até o final de 2022, Wesley é a principal jovem aposta do Botafogo para a Série B

O Pantera tem alguns bons valores para serem explorados na equipe de cima. Um deles é o meio-campista Wesley, de apenas 19 anos. Formado no Linhares, do Espírito Santo, o jogador foi um dos destaques do Pantera na Copa São Paulo.

O bom desempenho na competição fez a diretoria in­vestir no jovem e oferecer um novo contrato com validade até dezembro de 2022. Wesley tem passagem pela base do Flamen­go e já está integrado ao elenco profissional do Pantera, mas ainda não fez sua estreia.

O garoto mais rodado den­tre as apostas do Tricolor é Jo­nata Machado. Aos 21 anos, o meio-campista já soma 15 par­tidas como profissional e faz parte do elenco de cima desde o ano passado.

Luketa é um dos candidatos a surpresa no elenco profissional do Botafogo

O jogador, inclusive, foi titu­lar em 11 partidas do Botafogo na Série B de 2019. Jonata é um dos nomes mais pedidos pelo torcedor. A tendência é que o volante receba mais oportunida­des ao longo da temporada.

Outro que é bastante bada­lado é o meia-atacante Dodô, 20 anos. Destaque na Série B do ano passado, o jogador se lesio­nou em seu melhor momento com a camisa do Pantera. Ao todo, soma 7 jogos e um gol marcado. O jovem está fora de combate desde outubro de 2019. Está em reta final de recupera­ção e deve ajudar muito o profis­sional durante a competição.

Jonata Machado é um dos jovens com mais rodagem no elenco do Pantera

Quem pode figurar como surpresa é o atacante Luketa. Aos 21 anos, o jogador come­çou a ganhar espaço este ano. Disputou 6 partidas e marcou um gol. O jogador foi funda­mental para o Botafogo na vi­tória diante da Inter de Limeira, quando fez um e deu a assistên­cia para o gol do triunfo.

O volante Edson Silva, o “Baiano”, como é conhecido na base botafoguense, também pode aparecer como surpresa. Aos 21 anos, o jogador é sempre elogiado pelo vigor físico e teve duas oportunidades de atuar no time de cima neste Paulistão.

Correm por fora o zaguei­ro Matheus Ribeiro, que é bem referendado, mas ainda não teve espaço no time de cima, e o volante Caio de Luna. Am­bos também já estão integrados ao profissional e podem ganhar oportunidades durante a Série B.

Recuperado de lesão, Dodô vive a expectativa de retomar o bom futebol apresentado em 2019
Comentários