Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal

A Prefeitura Municipal informou que a ação se concentrou nos bairros Jardim Maria Casagrande Lopes e Jardim Alexandre Balbo

Durante ação realizada no último sábado, 18 de setembro, a Secretaria Municipal da Saúde, por meio da Divisão de Vigilância Ambiental em Saúde, realizou um arrastão de combate à dengue que retirou 4,2 toneladas de possíveis criadouros do mosquito transmissor na zona Norte de Ribeirão Preto. Além disso, também foi feita a retirada de materiais que servem de abrigo para escorpiões.

De acordo com a Prefeitura Municipal, a ação foi concentrada no Jardim Maria Casagrande Lopes e no Jardim Alexandre Balbo, onde as equipes de campo vistoriaram 2.661 imóveis e encontraram diversos focos de larvas do mosquito Aedes aegypti que foram eliminados, assim como vários exemplares de escorpiões.

O Departamento de Vigilância em Saúde alertou que, como em setembro acaba o período de estiagem, houve a retomada dos mutirões para a retirada de criadouros das residências, com a finalidade de prevenir a transmissão da dengue, zika, febre e chikungunya.

Foram retirados cinco caminhões de materiais inservíveis, como: latas, garrafas plásticas, carcaças de eletrodomésticos e ainda mais 100 pneus, totalizando as mais de 4 toneladas. Todos os materiais encontravam-se jogados a céu aberto nos quintais das residências e terrenos baldios. Participaram do mutirão 108 funcionários da Secretaria, viaturas oficiais e cinco caminhões, que foram emprestados por empresas privadas.