Com show de Ronald, Botafogo bate o Confiança no retorno ao Santa Cruz

0
251
Ronald marcou os dois gols da vitória do Botafogo (Foto: José Bazzo/Agência Botafogo)

O Botafogo bateu o Confiança com o placar de 2 a 0 na noite desta terça-feira (11), em jogo que marcou a volta do Tricolor ao estádio Santa Cruz após cinco meses. Com show de Ronald, que marcou os dois gols da vitória, o Pantera emplacou seu primeiro triunfo na Série B.

A noite foi toda do atacante Ronald. Além dos gols, o jogador foi incisivo na marcação e fez vários desarmes. O jogador, sem dúvidas, foi o nome da partida. Outro ponto de destaque é o sólido sistema defensivo do Pantera, que não deixou o Confiança finalizar uma única vez no gol defendido por Darley.

Com o resultado, o Pantera soma três pontos. Na rodada inicial, o clube havia perdido para o Cruzeiro por 2 a 1, fora de casa. O próximo confronto é no sábado (15), às 11h, diante do Guarani, também no estádio Santa Cruz.

O Jogo

A primeira etapa foi de amplo domínio do Botafogo. Jogando novamente no Santa Cruz depois de cinco meses, o Pantera foi senhor do jogo e incomodou bastante o time do Confiança. Mesmo tendo mais posse de bola, a equipe sergipana pouco produziu no setor ofensivo.

O Tricolor abriu o placar logo aos 6 minutos. Ronald recebeu na ponta direita, ganhou na velocidade de Matheus Mancini, invadiu a área e soltou um chute forte cruzado. Rafael Santos até tentou fazer a defesa, mas a bola morreu no fundo do gol.

O Pantera seguiu melhor e fez o segundo aos 15 minutos. Victor Bolt acertou um foguete de fora da área e a bola foi no cantinho do gol. Porém, o bandeirinha viu participação de Tanque na jogada dentro da área e marcou o impedimento.

Aos 26 minutos, Ronald recebeu novamente pela direita, foi para cima da defesa e bateu de fora da área. Desta vez, Rafael Santos conseguiu espalmar e mandou para escanteio.

No escanteio, Matheus Anjos cruzou na área, Robson desviou no primeiro pau e por muito pouco a bola não foi parar dentro do gol.

Sem conseguir superar o sistema defensivo do Botafogo, o Confiança pouco produzia na partida. O Pantera, por sua vez, aumentou o ritmo na reta final e quase marcou o segundo.

Mais uma vez Ronald recebeu em velocidade, foi para cima da defesa e bateu rasteiro para dentro da área. A bola desviou na marcação e enganou o goleiro Rafael Santos. Luan, bem posicionado, cortou em cima da linha e evitou o gol do Tricolor.

Atrás no placar, o Confiança voltou do intervalo mais ligado na partida, mas seguiu esbarrando no forte e bem postado sistema defensivo do Pantera.

Com o passar do tempo, o Confiança foi ganhando campo, passou a gostar do jogo e começou a controlar as ações da partida. O Botafogo respondeu rápido e marcou o segundo aos 21 minutos.

A zaga do Confiança saiu jogando errado, Ronald, sempre ele, roubou, invadiu a área e tocou com estilo, por cima do goleiro Rafael Santos e ampliou a vantagem do Pantera na partida.

Claudinei Oliveira aproveitou a vantagem no placar e fez quatro alterações. Elicarlos na vaga de Ferreira, Jeferson no lugar de Ronald e Gabriel Calabres e Luketa entraram nas posições de Matheus Anjos e Rafinha.

Com fôlego novo e dois a zero no placar, o Botafogo controlou os minutos finais e não deu chances para o Confiança tentar chegar ao seu gol. O forte sistema defensivo do Pantera saiu sem ser vazado e o Tricolor venceu no reencontro com o estádio Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X CONFIANÇA

LOCAL: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
DATA: 11 de agosto, terça-feira
HORÁRIO: 19h15 (de Brasília)
ÁRBITRO: Charly Wendy Straub Deretti
ASSISTENTES: Johnny Barros de Oliveira e Clair Dapper
GOLS: Ronald, aos 6 minutos do primeiro tempo (Botafogo), e Ronald, aos 22 minutos do segundo tempo (Botafogo)
CARTÕES AMARELOS: Jordan, Romão e Wellington Tanque (Botafogo); Dudu, Amaral, Luan e Danilo Pires (Confiança)
CONFIANÇA: Rafael Santos; Marcelinho, Luan, Matheus Mancini e Dudu (Djalma Silva); Amaral (Iago), Jeferson Lima, Danilo Pires e Ítalo (Ari Moura); Reis e Mikael. Treinador: Matheus Cunha
BOTAFOGO: Darley; Val, Robson, Jordan e Guilherme Romão; Ferreira (Elicarlos), Bolt e Matheus Anjos (Calabres); Ronald (Jeferson), Wellington Tanque e Rafinha (Luketa). Treinador: Claudinei Oliveira

Comentários