Com um a mais, Botafogo perde para o CRB e entra na zona de rebaixamento

0
66
Foto: José Bazzo/Agência Botafogo

Com um jogador a mais desde o primeiro minuto de jogo, o Botafogo foi derrotado pelo CRB dentro do estádio Santa Cruz com o placar de 2 a 1 na noite desta sexta-feira (25). Os gols da partida foram anotados por Léo Gamalho e Reginaldo para o CRB e Wellington Tanque fez o do Pantera.

Com o resultado, o Tricolor entrou na zona de rebaixamento e está ocupando a 17ª colocação, com apenas 8 pontos ganhos. O próximo confronto é na terça-feira (29), diante do Oeste, às 19h15, na Arena Barueri.

A expulsão do goleiro Victor Souza antes do primeiro minuto de partida deveria ser motivo de comemoração para o Botafogo. Mas, como o time comandado por Claudinei Oliveira não soube aproveitar a vantagem, o fato acabou sendo só mais um requinte para a quarta derrota consecutiva do Tricolor no Brasileirão.

Agora, sem vencer há sete rodadas e com duas derrotas consecutivas dentro do Santa Cruz, o Botafogo sucumbe na Série B. Apesar disso, antes do inicio da partida, o clube anunciou a extensão de contrato de Claudinei Oliveira até o final de 2021.

O Jogo

A primeira etapa do jogo foi extremamente movimentada. Logo no primeiro minuto de jogo, a zaga do CRB bateu cabeça, Ronald ganhou da defesa e deu uma meia lua no goleiro Victor Souza, que derrubou o atacante botafoguense, fez a falta e acabou levando o cartão vermelho.

Com um jogador a mais, o Pantera se lançou ao ataque e começou a criar chances. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Jordan, na pequena área, bater chapado e ver o goleiro Edson Mardden operar um milagre no Santão.

Mesmo pressionando e melhor no jogo, o Botafogo saiu atrás no marcador. Aos 19 minutos, após cobrança de escanteio na área, Léo Gamalho tentou o domínio e a bola sobrou para Moacir, que jogou novamente para dentro da área. Desta vez, Léo Gamalho não titubeou e mandou para o fundo da rede.

Na sequência, aos 21 minutos, o Botafogo quase empatou. Gilson cruzou na medida para Wellington Tanque, que subiu mais que a defesa e testou firme. Bem posicionado, Edson Mardden se esticou todo e fez outra linda defesa.

Com a vantagem numérica, o Tricolor se lançou ao ataque e tentava encurralar os visitantes. A posse de bola do Pantera chegou a passar dos 70%.

Aos 49 minutos, Victor Bolt achou lindo passe para Ronald, que invadiu a área e soltou o pé. Victor Souza espalmou, no rebote a bola bateu na defesa e quando ia entrando, Gum conseguiu se recuperar e evitou o gol de empate do Botafogo.

Na sequência da jogada, Matheus Anjos cruzou na área, Edson Mardden saiu errado e deu espaço para Rafinha tocar para o meio. Livre, Wellington Tanque tocou de cabeça e marcou o gol de empate do Botafogo.

A segunda etapa começou morna e ambos os times tendo dificuldade para criar situações. Aos 15 minutos, Claudinei Oliveira promoveu as entradas de Judivan, Matheus Alessandro e Guilherme Romão nas vagas de Rafinha, Naldo e Gilson.

Tentando encurralar o CRB, o Botafogo subiu as linhas de marcação e passou a trocar mais passes no campo ofensivo. Ainda com dificuldade para melhorar no jogo, o treinador botafoguense fez mais duas mudanças. Trocou Matheus Anjos e Ronald por Bady e Luketa.

Em cima do CRB, o Botafogo quase virou aos 36 minutos. Val soltou um foguete do meio da rua e a bola explodiu na trave. No rebote, Luketa tentou completar, mas pegou mal na bola e mandou por cima do gol.

Quando parecia que o Botafogo estava mais perto do gol, o CRB surpreendeu e fez o segundo. Aos 38 minutos, Diego Torres cruzou na área, na cabeça de Reginaldo – liberado pelo Botafogo no começo da Série B -, que testou lindo e mandou para o fundo do gol.

O Tricolor quase chegou ao empate aos 47 minutos. Guilherme Romão cruzou na área, Judivan, livre, testou colocado e viu novamente o goleiro Edson Mardden fazer outra boa defesa e garantir a vitória do CRB, com um jogador a menos desde o primeiro minuto, dentro do estádio Santa Cruz.

 

 

 

 

Comentários