Jornal Tribuna Ribeirão

Como cuidar bem do seu coração – parte 04

Entre os diversos fatores de risco que estão associados às doenças do coração está o estresse, que é um dos mais difíceis de serem combatidos. Isto por que as condições de vida no mundo atual estão moldadas à uma condição estressante onde as causas para essa situação são inúme­ras e todas elas convergem para um fator estressante.

Com o aparecimento da pandemia parece que houve uma piora no aparecimento e agravamento das situações que levam ao estresse. Essa pandemia impactou de tal maneira a vida das pessoas que houve uma maior dificuldade de colocação no mercado de trabalho trazendo em consequência uma crise financeira com uma maior escassez de dinheiro e, por consequência, a vida das pessoas tornou-se mais difícil.

E como corolário dessa situação, a vida tornou-se mais estressan­te em muitos aspectos. O estresse ou condição estressante pode ser causado também por atrito entre pessoas da família ou entre colegas de trabalho. Para se cuidar bem do coração, torna-se necessário que as pessoas desenvolvam mais a tolerância para se evitar situações de conflito, tanto entre familiares como nos locais de trabalho, que é onde as pessoas ficam mais tempo.

Considerando que o estresse traz enorme prejuízo ao coração e aos vasos sanguíneos, contribuindo também para o aparecimento de uma doença do ritmo cardíaco chamada arritmia, que em si, é uma doença gra­ve, mas tem tratamento e o resultado é muito bom, desde que a causa seja combatida com sucesso. Desse modo, cuidar bem do seu coração significa também ter um estilo de vida em que a harmonia é fundamental.

E isto se consegue tratando bem as pessoas e principalmente com muita tolerância e respeito. Em resumo: o estresse é uma condição tão frequente na vida das pessoas que tornou-se necessário aprender a administrar e por consequência evitar os danos que ele é capaz de cau­sar ao coração. Desse modo, a pessoa estará evitando o estresse, o que significa que está cuidando bem do seu coração.

Um outro fator de risco também de grande importância para o aparecimento das doenças do coração e que está intimamente associado à alimentação é a obesidade. E esta, se associa também à pressão alta, que como vimos também é um fator de risco de grande importância para o aparecimento das doenças do coração. E o que fazer para evitar ou combater a obesidade?

Antes de mais nada, a obesidade é uma doença e o tratamento médico é fundamental. O controle de peso é de grande importância até mesmo para a pessoa ter uma boa qualidade de vida. Para saber se a pessoa está dentro do peso normal é preciso fazer um cálculo aritmético muito simples e nós médicos damos o nome de Índice de Massa Corpó­rea (IMC). Este é obtido dividindo-se o peso da pessoa em Kg (quilo­grama) pela medida da sua altura, em metro, elevada ao quadrado.

Se o resultado obtido estiver entre 18 e 24 aproximadamente o peso da pessoa está dentro dos limites da normalidade. Mas se estiver acima deste valor a pessoa já está com peso acima do normal. Por outro lado, se este número estiver entre 25 e 29 nós damos o nome de sobrepeso. E acima de 30 já é obesidade.

Mas não se preocupe. Uma consulta médica de rotina, inicialmente com um médico clínico geral, já é a porta de entrada para a pessoa fazer o tratamento, se o seu peso estiver acima do normal e certamente o coração já está sendo prejudicado. Até por que, a obesidade se associa a uma outra condição que é a hipertensão arterial.

Uma recomendação que é imprescindível para qualquer pessoa que pensa, ou que realmente esteja com o seu peso acima do normal é que a pessoa não deve fazer regime para emagrecer por conta própria de jeito nenhum.

Nos dias atuais, o mundo passa por uma verdadeira epidemia, com pessoas acima do peso normal, as redes sociais fornecem um grande número de regimes para emagrecer e a pessoa se sente tentada a seguir essas recomendações. Volto a dizer: peso acima do normal significa uma consulta médica. (Continua na próxima semana)

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com