FOTOS: DIVULGAÇÃO

Localizada na cidade de Ribeirão Pires, região me­tropolitana de São Paulo, a 1 hora da avenida Paulista, a Torre de Miroku é uma bela construção que exalta o belo, a arte e a paz.

1 Você só chega lá de bar­co, em um lindo passeio de 20 minutos pela Represa Billings, em uma embarca­ção que possui um dragão dourado na sua proa, simbo­lizando proteção.

2 Foi construída sem o uso de nenhum prego ou pa­rafuso. A técnica de sustenta­ção, muito utilizada no Japão, é semelhante àquela utilizada com blocos de montar.

3 Demorou 12 anos para ficar pronta e tem 32 metros de altura.

4 Possui 5 telhados utili­zando 15 mil telhas, todas esmaltadas com ouro líquido.

5 Foram usadas 400 tone­ladas de madeira (ange­lim pedra, jatobá e eucalipto) ecologicamente sustentável.

6 No interior da Torre há uma escultura 3D de 8 metros e que pesa 4 toneladas, executa­da durante 3 anos em blocos de madeira (embuia) e folheada a ouro 24 quilates, simbolizando Kannon, uma divindade tanto masculina quanto feminina que é reverenciada desde os mais remotos tempos, especial­mente no Oriente.

7 Cada um dos 5 telhados representa uma parte do corpo da divindade. O pri­meiro e menor de todos é a cabeça, o segundo o pescoço, o terceiro o peito, o quarto a barriga e o quinto as pernas, como forma de alicerce.
8 Toda a área do comple­xo possui 75 mil metros quadrados.

9 Existe uma capela onde está o desenho do Supre­mo Deus, representando o Espírito do lugar, um espaço reservado para a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que simboliza a Kannon do Ocidente, e um espaço dedi­cado a São João Batista que é o santo padroeiro do Japão.

10 Um jardim zen, mi­nicachoeira, lago com carpas e diversos jardins es­tão espalhados com o objeti­vo de auxiliar a conexão com o Divino, acalmar a mente e equilibrar suas emoções.

Comentários