FERNANDO GONZAGA/CCS

O Conselho de Preserva­ção do Patrimônio Cultural (Conppac) afirmou nesta segunda-feira, 21 de junho, que a instalação de um totem comemorativo ao aniversário de 165 anos de Ribeirão Preto no calçadão, na esquina das ruas Álvares Cabral e Gene­ral Osório, próximo a Espla­nada do Theatro Pedro II, no Quarteirão Paulista, no Cen­tro Histórico, não poderia ser realizada sem autorização dos órgãos de preservação cultural da cidade.

Segundo o Conppac, a Es­planada do Theatro Pedro II, o Quarteirão Paulista – inclui o Edifício Meira Júnior, sede da Choperia Pinguim, e o Centro Cultiural Palace – e a praça XV de Novembro, todos localiza­dos no Centro Histórico, são tombados e qualquer inter­venção precisaria de autori­zação do órgão municipal e também do Conselho de De­fesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Tu­rístico (Condephaat).

Na sexta-feira (18), véspe­ra do aniversário de 165 anos de Ribeirão Preto, celebrado no sábado, 19 de junho, um totem com a frase “Eu amo Ribeirão” – com direito a cora­ção e hastag – foi inaugurado como parte das festividades relativas à fundação da cidade.

A ideia é que o totem vire um ponto turístico onde as pessoas possam tirar fotogra­fias e selfies e demonstrar seu amor pela cidade, além de comprovar a passagem por Ri­beirão Preto. Com 1,70 metro de altura e seis metros de ex­tensão, fica no calçadão, próxi­mo ao Pedro II.

O Condephaat é subordi­nado à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e tem como função identificar, prote­ger e preservar os bens móveis e imóveis do patrimônio históri­co, arqueológico, artístico, turís­tico, cultural e ambiental, com a capacidade legal de tombar tais patrimônios. Também tem o poder de definir a promoção e proteção desses lugares.

Segundo o presidente do Conppac, Cláudio Henrique Bauso, o conselho foi pego de surpresa com a instalação do totem. Ele diz que vai averiguar se existe algum pedido para a instalação do equipamen­to feito junto ao Condephaat. “Caso isso tenha sido feito e a autorização exista, o Conpacc também dará anuência à soli­citação”, afirma.

Caso contrário, o Conppac vai analisar quais medidas ca­bíveis serão tomadas sobre o assunto. O tema, segundo ele, fará parte da reunião extraor­dinária do Conpacc agendada para a próxima quinta-feira (23). Procurada, a Secretaria Municipal de Cultura e Turis­mo informa que o totem está localizado no calçadão, que não é tombado.

Diz também que o equipa­mento não altera a paisagem no espaço, muito menos a es­trutura do local. “É uma peça móvel que poderá ser desloca­da quando houver necessida­de, mas foi estrategicamente colocado no local, pois enalte­ce nosso Quarteirão Paulista. Nesse sentido, todas as fotos que forem tiradas terão como paisagem de fundo o Quartei­rão Paulista”, diz o texto.

Na frase “Eu amo Ribei­rão”, um coração substitui a palavra “amo”, formato já uti­lizado em várias cidades do Brasil e do mundo como for­ma de promover o turismo local – a mais famosa é Nova York, nos Estados Unidos. Esta é a segunda homenagem a Ribeirão Preto lançada em dois dias no mesmo local.

Desde a noite de quinta-fei­ra (17), a fachada do Theatro Pedro II, está iluminada com as cores azul e branco, da ban­deira ribeirão-pretana. A ilu­minação especial ficará ligada até sábado, dia 26 de junho. O teatro é um dos principais patrimônios culturais e car­tão-postal da cidade.