Consórcio paga R$ 1,1 bilhão para administrar rodovia em São Paulo

0
58
REUTERS/Aluisio Alves

O Consórcio Infraestrutura Brasil foi o vencedor do leilão de 1,2 mil quilômetros de rodovias estaduais em São Paulo, realizado na B3. O trecho Piracicaba-Panorama, chamado de Pipa, liga a região de Campinas, no interior do estado, até a divisa com o Mato Grosso do Sul. O consórcio pagou R$ 1,1 bilhão pelo lote. O lance foi mais do que o dobro dos R$ 527 milhões oferecido pela EcoRodovias, única que disputou o leilão com a vencedora.

Segundo o governo de São Paulo, esse foi o maior leilão de concessão de rodovias já realizado no país. Estão previstos investimentos de R$ 14 bilhões durante os 30 anos de vigência do contrato. Entre as melhorias, está prevista a duplicação de 600 quilômetros de estradas. Há ainda a previsão de implantação de vias marginais, acostamentos, novos acessos, passarelas e ciclovias.

Pedágio

Também foi proposto um novo modelo tarifário, que estipula desconto de 5% para os usuários do serviço de pagamento automático e uma tarifa menor para os usuários frequentes das rodovias. Esse modelo deverá, segundo o governo, beneficiar principalmente os moradores de pequenas cidades que usam as vias para acessar comércio e serviços em municípios vizinhos.

Os pedágios estipulados pelo contrato têm como referência os valores R$ 14,91 por 100 quilômetros de vias duplicadas e R$ 10,65 por 100 quilômetros de pista simples.

Edição: Fernando Fraga
Comentários