Coronavírus – Mortes no Brasil aumentam para 57

0
18
MARCELLO CASAL JR./AG.BR.

O número de mortes de­correntes do novo coronaví­rus (covid-19) chegou a 57 no Brasil, conforme atualização do Ministério da Saúde publi­cada nesta quarta-feira, 25 de março. Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram registradas mortes fora dos epicentros do surto no país, São Paulo e Rio de Janeiro. Falecimentos em razão da covid-19 ocorreram em Per­nambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

O total de mortes marca um aumento de 23,9% e onze óbitos a mais em relação a ter­ça-feira (24), quando a conta­bilização marcava 46 vítimas por conta da infecção. Na segunda-feira (23), eram 25 falecimentos. O total de casos confirmados saiu de 2.201 para 2.433 casos, 232 a mais e alta de 10,5%. O resultado de ontem marcou um aumento de 28% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas.

O Ministério da Saúde re­comenda o isolamento a quem apresenta sintomas da co­vid-19 e a moradores da mes­ma residência do paciente sin­tomático, bem como a idosos acima de 60 anos, pelo prazo de 14 dias. Uma vez terminado esse período, não haveria mais necessidade da medida, a não ser em casos de uma condição médica específica.

Cultos religiosos
O presidente do Tribu­nal de Justiça de São Pau­lo (TJSP), desembargador Geraldo Francisco Pinhei­ro Franco, suspendeu uma liminar que determinava proibição de cultos religio­sos e sanções para casos de descumprimento dos de­cretos referentes à pande­mia pelo novo coronavírus.

Para o magistrado, cabe aos líderes religiosos orientar os fiéis. “Aos líderes religio­sos, no desempenho da fun­ção acolhedora, pacificadora e de propalada preocupação com seus fiéis, cabe mostrar como desempenham esse papel em momento de grave crise sanitária.”