Daerp realiza mais de 15 mil desobstruções de rede

0
49

No ano passado, o De­partamento de Água e Es­gotos de Ribeirão Preto (Daerp) realizou mais de 15,5 mil serviços de deso­bstrução da rede de esgoto em Ribeirão Preto, quase 1,3 mil por mês, cerca de 43 por dia. A maior parte dos problemas de entupimento está relacionada ao excesso de sujeira e gordura na rede.

Um exemplo deste pro­blema ocorreu no final de novembro, no bairro Cam­pos Elíseos, Zona Norte de Ribeirão Preto. Em um úni­co ponto, na rua Tamanda­ré, as equipes do Daerp re­tiraram cerca de 300 quilos de gordura da rede. Foram 17 sacos de 50 quilos que fo­ram descartados na estação de tratamento de esgoto.

Para o chefe da Divisão de Operação de Esgotos do Daerp, Ednilson Mendes Pe­reira, o maior problema no entupimento das redes de esgoto está no mau uso. “As pessoas jogam muita sujeira e gordura na rede. Se houvesse melhor utilização, o número de entupimentos cairia para menos da metade”, afirma.

Outro vilão apontado pelo chefe da Divisão de Operações de Esgotos do Daerp são as ligações clan­destinas de água pluvial na rede de esgoto, que além de aumentar o volume nas re­des no período das chuvas, também leva muita sujeira.

Passível de multa
A ligação irregular de água pluvial na rede de esgoto é considerada infração grave e o usuário pode ser multado em R$ 4.141,50 – ou 150 Unidades Fiscais do Estado de São Pau­lo (Ufesps, cada uma vale R$ 27,61 neste ano).

O despejo irregular de gordura na rede de esgoto por estabelecimentos co­merciais também é passível de autuação. A fiscalização notifica o estabelecimen­to que tem 30 dias para se adequar, caso não o faça, o usuário é multado em R$ 690,15 (25 Ufesps).

Em média, são realiza­das 300 desobstruções por semana nas redes de esgoto de Ribeirão Preto. Para Ed­nilson Mendes Pereira, se o usuário utilizasse a redes de esgoto de forma correta o volume de entupimentos cairia em mais de 50%. “Os servidores do Daerp encon­tram de tudo nas redes de esgoto, já foi encontrado até animal morto”, explica.

Cuidados com a rede
Para diminuir a incidên­cia de vazamentos de esgotos que, em alguns casos, acabam retornando para dentro dos imóveis, é importante que o usuário tome alguns cuida­dos básicos, como não jogar bituca de cigarro, papel hi­giênico, absorventes, pre­servativos, fraldas ou cabelo no vaso sanitário.

Não jogar restos de ali­mentos, sujeira e gordura na pia da cozinha. A gordura é uma grande inimiga da rede de esgoto. Limpar periodi­camente a caixa de gordura do imóvel, evitando que esta gordura siga para a rede.

Não ligar a água pluvial (água das calhas e do quin­tal) na rede de esgoto, porque além de levar sujeira para a rede, o excesso de água acaba provocando extravasamento da rede que não é dimensio­nada e apropriada para rece­ber água da chuva.

Nos casos dos estabeleci­mentos comerciais que tra­balham com alimentos, é im­portante que instalem caixas de gordura dimensionadas para o tipo de estabelecimen­to, considerando o tamanho da produção. Também é im­portante realizar a limpeza periódica destas caixas.

Comentários