Demonstrações de campo e Arena do Conhecimento

0
25
DIVULGAÇÃO AGRISHOW/OFÍCIO DA IMAGEM

Em termos de atrações, a Arena de Demonstrações de Campo da Agrishow 2019 trará máquinas e produtos inovadores para o setor agro e uma novidade: uma área de plantio e tratos de horticultura, com mais de seis mil m². Com a curadoria da Coopercitrus, será voltada para irrigação, orientação e tecnologia, com uma estrutura que contará com estufa, corpo técnico especializado, e um portfólio completo para atender as especificidades da área. Já a Are­na de Conhecimento terá palestras, reuniões e encontros com players do setor, que mostrarão tendências, novas tecnologias e informações relevantes para o dia a dia e para os negócios dos profissionais do campo.

A Agrishow também volta a dar espaço e destaque para os segmentos de sementes, fertilizantes e defensivos. A principal razão para esse retorno é que o visitante da feira vem em busca de tecnologia, pesquisa e conhecimento, e esses insumos têm incorporado constantemente essas características em seus processos produtivos. E é exatamente isso que a Agrishow precisa, pois é hoje a principal referência em inovação no agronegócio brasileiro”, afirma Francisco Matturro, presidente da feira.

Outra importante novidade será o Banco de Dados Colaborativo do Agricultor (BDCA), a ser apresen­tado pela Abimaq. O BDCA é um banco de dados com o propósito de integração dos dados gerados por equipamentos e sensores de todos os fabricantes, sendo que a liberação do acesso aos dados é autoriza­da pelo agricultor. O benefício para o agricultor é ter todas as informações de suas máquinas e sensores integrados em um único local, sem depender do sistema de um único fabricante. Os fabricantes podem compartilhar parte ou a totalidade dos dados gerados, atendendo a demanda dos agricultores de integra­ção dos dados provenientes de máquinas de diferentes marcas.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (Acirp), Dorival Balbino, diz que a Agrishow vem para gerar empregos em um momento difícil para a economia. A estimativa é de abrir cinco mil empregos diretos para a cidade. “A feira lota os hotéis de Ribeirão Preto e das cidades do entorno também, num raio de 100 quilômetros”, disse.

Se cada um dos 159 mil visitantes gastar R$ 1 mil somente com hospedagem e alimentação durante os cinco dias de evento, a economia local receberá uma injeção de recursos de quase R$ 160 milhões – nem todos os frequentadores são de outra cidade ou da região. Os mais de 70 hotéis da cidade também já estão com lotação máxima para a semana do evento. Para o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira Júnior (PSDB), “a Agrishow registrou um aumento vertiginoso nos últimos 25 anos em termos de pesqui­sa, inovação e ciência e tecnologia aplicada ao desenvolvimento do conhecimento humano”.

O ingresso custa R$ 45 para quem optar pela compra online no site oficial do evento (www.agrishow.com.br) e o valor será mantido até o final do evento. A forma de pagamento também é diferenciada, podendo ser feita via boleto bancário ou via cartão de crédito – na bilheteria local são aceitos apenas dinheiro e cartão de débito e a entrada passará para R$ 55. O estacionamento tem capacidade para cinco mil veículos.

Comentários