DIG deflagra atuação de campo contra organização criminosa

0
63
Foto: João Camargo

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), deflagrou na manhã desta sexta-feira (6) a operação Élos. A ação visa o cumprimento de sete mandados de prisão preventiva de integrantes de uma organização criminosa.

A atuação de campo conta com apoio das Delegacias Seccionais de Marilia, Araraquara, Piracicaba e Santo André, para o cumprimento de quatro mandados de prisão.

Em junho de 2018, policiais civis da DIG prenderam em flagrante Larissa Andrea Nardin Rangon. A mulher estava na posse de inúmeras anotações alusivas à organização criminosa e, após análise de mais de 500 páginas pelo Centro de Inteligência Policial, foi possível identificar integrantes da organização que atuavam no interior da Penitenciária de Ribeirão Preto, além de que havia 25 funções existentes.

A operação foi nomeada Élos, por conta da função ocupada por Larissa – responsável pela introdução e retirada das orientações da organização criminosa, da penitenciária, por meio de cartas manuscritas ou cartão de memória. Deste modo, estabelecia-se a comunicação entre integrantes da organização que cumpriam pena nos presídios e os membros em liberdade.