Doenças da visão – Parte I

0
28

As doenças da visão são aquelas que impedem que a pessoa possa enxergar com clareza o que existe ao seu redor, até a distância permitida pelo olho humano. A visão é um dos cinco órgãos dos sentidos e, é considerado o mais nobre e o mais preciso de todos, sendo que 85% do contato do ser humano com o mundo exterior acontecem através da visão.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) existem 37 milhões de cegos no mundo sendo que no Brasil existem quase um milhão de cegos, o que faz do Brasil um dos países com o maior número de cegos do mundo.

Além disso, existem seis milhões de brasileiros que têm grande e permanente dificuldade de enxergar e 29 milhões têm alguma dificuldade mesmo usando óculos ou lentes.

O maior número de cegos no Brasil está no nordeste com cerca de 4% da população, depois vem o norte, su­deste, sul e centro-oeste.

Estatísticas mostram que a cada cinco segundos uma pessoa se torna cega no mundo. Dados da OMS sugerem que 82% das pessoas cegas têm mais de 50 anos e 75% dos casos de cegueira são passíveis de tratamento e prevenção.

As principais causas de cegueira reversíveis são: cata­rata, que é uma doença relacionada com a idade, tracoma, descolamento de retina (reversível quando operado com urgência) e enxaqueca.
Já as principais causas de cegueira irreversíveis são: o glaucoma em estágio avançado, a degeneração macular que é uma doença relacionada com a idade, a neurite óptica que é uma inflamação do nervo óptico, que leva as informações da retina para o cérebro e a ambliopia. O AVC (Acidente Vascu­lar Cerebral) e os tumores são causas raras de cegueira.

Como muitas doenças, a cegueira também se associa a determinadas condições que facilitam a sua instalação ou pioram a sua evolução, que são os fatores de risco.

No caso específico da perda da visão, esses fatores são: a idade, pessoas com alto grau de miopia, nascimento prematu­ro, traumas, cirurgias neurológicas ou oftalmológicas, traba­lhadores com produtos químicos e portadores de diabetes.

Pesquisas têm mostrado que, hoje no Brasil, a principal causa de cegueira é o diabetes, sendo que podem desenvolver cegueira até 90% dos portadores do diabetes do tipo I (que é o diabetes que se inicia na adolescência ou na juventude) e 60% do tipo II (que é o diabetes que se desenvolve em torno dos 45 a 50 anos de idade ou mais).

O diabetes quando muito bem conduzido o tratamento pode retardar ou impedir que a pessoa fique cega. O trata­mento do diabetes tanto do tipo I como o II tem desenvolvi­do muito, o que tem facilitado a adesão ao tratamento.

Já a catarata que é uma doença que se instala grada­tivamente a partir dos 60 anos tem tratamento cirúrgico que deve sempre ser realizado no momento certo pelo médico oftalmologista.

O Brasil já tem uma tradição de ter excelentes médicos of­talmologistas, sendo que a especialidade oftalmologia é muito desenvolvida no Brasil.

A medida preventiva mais eficaz para evitar a instalação ou a evolução das doenças da visão é uma consulta anual ao médico oftalmologista, mesmo a pessoa não tendo qualquer sinal ou sintoma de doença da visão.

A partir da primeira consulta o médico oftalmologista marca consultas periódicas para a pessoa. Cuidar adequa­damente da visão é a garantia de um investimento seguro para a manutenção de uma vida saudável. (Continua na próxima semana).