30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 15:46
Jornal Tribuna Ribeirão
Cidades & Construções

Está pensando em adquirir imóvel novo? Agora é a hora!

Em nossas últimas edições destacamos que em Ribeirão Preto é praticado o menor valor por metro quadrado, em imóveis residenciais, entre os municípios brasileiros com mais de 450 mil habitantes pesquisados pelo Índice FipeZap.

Mercado imobiliário de RP alterna fases – Foto unsplash.com

Considerando todas as 50 cidades monitoradas pela parceria entre a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e o portal ZAP, Ribeirão Preto só está acima de São Vicente (SP), Pelotas (RS), São José dos Pinhais (PR) e Betim (MG), com os valores praticados em nossa cidade ficando quase 50% abaixo da média nacional.

Por que isso acontece?  A equação não é simples. Seu resultado final envolve diversas e complexas variáveis.

Ribeirão Preto é o centro polarizador de uma região metropolitana com quase 2 milhões de habitantes. É natural que muitos a tenham como segunda morada, seja para fazer negócios, estudar ou simplesmente lazer.

Essa alta procura faz com que as competentes construtoras que operam no mercado imobiliário local apresentem constante e excelente oferta de imóveis na cidade, oferecendo opções de compra e competitividade.

O mercado imobiliário alterna fases, por vezes com vendas muito boas e outras nem tanto assim. Essa volatilidade dificulta um diagnóstico totalmente preciso, levando por vezes a ofertas elevadas em períodos de vendas retraídas.

Há de ser considerado o estoque alto do início da pandemia, quando as incertezas em relação ao futuro fizeram com que muitos preferissem reformar suas casas e apartamentos aos invés de adquirirem imóveis novos.

O elevado custo de manutenção dessas unidades prontas é um fator importante neste processo, pois incentiva as incorporadoras a promoções para ‘desovar’ estoques oferecendo excelentes oportunidades de negócio.

No entanto, a constante alta nos custos nos últimos anos gera uma pressão muito grande sobre a indústria da construção. Mesmo não sendo completamente repassado, esse aumento eleva o preço de venda.

Então, mais do que nunca, essa é a hora certa para quem quer comprar um imóvel novo. Faça uma boa pesquisa e identifique unidades que cabem no bolso e atendam às suas expectativas. O mercado está apresentando oportunidades e condições que, certamente, não vão durar muito tempo. Acelere o processo de aquisição, pois é certo que a alta nos preços vai acontecer.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com