Famílias retiram kits da Educação

0
30
ALEXANDRE DE AZEVEDO/CCS

Nesta semana, familiares dos quase 47 mil alunos matricula­dos nas 108 escolas da rede mu­nicipal de ensino começaram a retirar os kits de alimentos e de materiais escolares distribuídos pela Secretaria da Educação de Ribeirão Preto. A ação contem­pla os estudantes de todas as etapas, desde o Ensino Infantil à Educação de Jovens e Adultos (EJA), e tem como objetivo ofe­recer auxílio durante a pande­mia do novo coronavírus.

Retirada dos kits
Para evitar aglomeração, cada unidade escolar entrará em contato com as famílias para in­formar o dia da entrega, que será feita mediante apresentação de documento com foto do respon­sável pelo aluno. Os profissio­nais usam máscara facial, luvas e contam com álcool em gel.

Para as crianças de um ano de idade, serão entregues um quilo de arroz, um quilo de fei­jão, um frasco de 900 ml de óleo de soja, um pacote de 500g de macarrão, um sachê de 340g de molho de tomate e um quilo de leite em fórmula infantil fase 2 (seis a 12 meses).

Já os alunos a partir dos dois anos de idade irão receber um quilo de arroz, um quilo de feijão, um frasco de 900ml de óleo de soja, um pacote de 500g de macarrão, um sachê de 340g de molho de tomate e 800g de leite em pó integral.

“Os kits foram elaborados com alimentos que seriam utilizados na merenda escolar e correspondem, aproxima­damente, à refeição de uma criança pelo período de um mês. Dos quase 47 mil alunos matriculados na rede munici­pal, 16,7% vivem em situação de alta vulnerabilidade social e sabemos que ações como essas podem fazer diferença na vida dos nossos estudantes”, afir­mou o secretário da Educação, Felipe Elias Miguel.

Em relação aos materiais didáticos, que serão fornecidos para apoio às atividades realiza­das em casa, o Ensino Funda­mental irá receber apostilas de Língua Portuguesa e Matemáti­ca do Estado, além de um mate­rial de estudos produzido pelos profissionais do Centro Educa­cional Paulo Freire.

“Os alunos do Fundamental contam, ainda, com as ferra­mentas disponíveis por meio da nossa parceria com a platafor­ma Google For Education, en­quanto os alunos dos anos ini­ciais do Fundamental podem acessar o aplicativo do Governo do Estado, o Centro de Mídias SP. Além disso, recomendamos que os pais acessem a TV Cul­tura Educação, com conteúdo para todas as idades da educa­ção básica disponível no canal 04.3 e nas redes sociais”, expli­cou o chefe da pasta.

Já os estudantes da EJA rece­berão os materiais produzidos pelo Centro Paulo Freire e, os do Ensino Infantil, folha sulfite, massinha, giz de lousa e de cera, além de carta de orientação aos pais para ajudar nas atividades passadas pelos professores, in­cluindo contação de histórias.