Hotéis ‘AFASTADOS’ para curtir a natureza

0
92
LONGITUDE 131 (Austrália) - Alinhado entre as dunas antigas de Yulara e com uma vista privilegiada sobre a pedra de Uluru, uma das maiores atrações turísticas da Austrália, o lodge Longitude 131 reúne dezes­seis pavilhões de tendas cuidadosamente projetadas para oferecer um verdadeiro santuário ao luxo. O mobiliário personalizado e a incrível paisagem predominantemente vermelha cha­mam a atenção dos hóspedes que observam o cenário do interior através de janelas do chão ao teto, relaxam em decks ao ar livre e dormem sob um cobertor de estrelas. (FOTOS: DIVULGAÇÃO)

A ideia de oferecer hospedagem em áreas de selva ou atrativos natu­rais preservados, nunca fez tanto sen­tido como agora. O “novo normal” requer a fuga de grandes centros ur­banos, como São Paulo, Nova York, Tóquio e tantas outras metrópoles mundo afora. Renovar as energias, envolto pela natureza, será mais do que essencial quando tudo isso pas­sar para equilibrar a mente e o corpo. Mas onde encontrar aventuras longe de aglomerações?

Confira alguns hotéis “isolados” e seguros para uma viagem de bem-es­tar pós-pandemia.

BOTANIQUE HOTEL & SPA (Brasil)


Localizado no Triângulo das Serras, con­fluência dos municípios de São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão, o Botanique Hotel & SPA é opção para quem procura se desligar completamen­te do mundo exterior e aproveitar o silêncio absoluto que só as montanhas são capazes de presentear. O hotel ainda possui uma gas­tronomia de alto padrão desenvolvida pelo chef Gabriel Broide, do Restaurante Mina, que prioriza alimentos frescos, ao melhor estilo “do campo para a mesa”. A modernidade do design é ideal para a mistura perfeita do moderno com o rústico. O hotel, aliás, já está recebendo hóspedes e respeitando a todas as recomendações sanitárias propostas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

CRISTALINO LODGE (Brasil)


Eleito um dos 25 melhores ecolodges do mundo pela National Geographic Trave­ler, o Cristalino Lodge é a pedida certa para se reconectar com o meio ambiente. Localizado no sul da Amazônia, na cidade de Alta Floresta, Mato Grosso, o hotel foi projetado em total harmonia com a natureza e está inserido em uma reserva particular com 11.399 hectares – uma área 30% maior que a ilha de Manhatann, nos Estados Unidos. No local, aliás, é possível avistar uma grande variedade de espécies de aves, répteis, insetos e mamíferos, como a anta brasileira, o caricato tamanduá-bandeira e os simpáticos bicho-preguiça e a lontra. Isso sem falar na oportunidade de acordar com o som da natureza.

KLEIN’S CAMP (Tanzânia)


No continente africano, o destaque fica por conta do ecolodge Klein’s Camp, na Tanzânia. O hotel faz parte de um santuário natural de 10 mil hectares de uma con­cessão outorgada por tribos Maasai, no Parque Serengeti. O empreendimento, a propó­sito, oferece vista privilegiada para a grande migração anu­al de gnus, zebras, e outros herbívoros e une safáris com luxo e conforto, além de promover o desenvolvimen­to sustentável, sem deixar impactos na região.

CLAYOQUOT WILDERNESS (Canadá)


Às margens do Rio Bedwell, em British Columbia, o Clayoquot Wilderness buscou inspiração nos grandes acampamentos do século XIX para tornar a experiência dos hóspedes inesquecível. Com terapias holísticas, observação de ursos e baleias, aulas da chamada “cozinha moderna natural” e uma série de atividades ao ar livre, como a prática de rafting e tiro com arco, o lodge oferece uma verdadeira imersão à natureza. Destaque para as acomodações oferecidas pelo hotel, que estão inseridas em exclusivas tendas ultra confortáveis e equipadas com camas king size, lençóis de primeira linha, lareira e mobiliário completo.

WHITEPOD ECO RESORT (Suíça)


Nem só de selva e savanas africanas vivem os lodges. Na neve também há
opções, caso do Whiterpod Eco Resort, nos Alpes Suíços. Com acomodações
“móveis”, o hotel é composto por quinze “pods”, que são uma espécie de
tenda em forma de iglus e revestidas com lona. As acomodações apresentam
40m², móveis em madeira de reflorestamento, mantas de fibras naturais e
uma excepcional janela com ampla vista sobre lagos e montanhas nevadas.

Comentários