Inflação na porta da fábrica chega a 0,43%

0
22

O Índice de Preços ao Produ­tor (IPP), que calcula a variação de preços de produtos indus­trializados na porta de saída das fábricas, registrou inflação de 0,43% em fevereiro. Ela é maior que a de janeiro, que teve defla­ção (queda de preços) de 0,75%. Em fevereiro do ano passado, o IPP foi de 0,38%. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 16 de abril, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPP acumula deflação de 0,33% este ano, ainda um reflexo da queda de preços de janeiro, e inflação de 8,36% em 12 meses. Em fevereiro, das 24 ativida­des industriais pesquisadas, 11 apresentaram inflação em seus produtos, com destaque para refino de petróleo e produtos de álcool (4,22%) e indústrias ex­trativas (7,97%). Por outro lado, 13 atividades industriais tiveram deflação, com destaque para ou­tros produtos químicos (-1,85%) e alimentos (-0,53%).

Entre as quatro grandes ativi­dades econômicas, a maior taxa de inflação foi observada entre os bens intermediários, isto é, os in­sumos industrializados usados no setor produtivo (0,35%). Os bens de capital tiveram 0,02% de varia­ção de preço. Também registraram inflação os bens de consumo durá­veis (0,01%) e os bens de consumo semi e não duráveis (0,05%).

Comentários