Divulgação

A organização do Festival João Rock anunciou que a 19ª edição do evento, agendada previamente para 19 de junho de 2021, foi adiada por causa da pandemia de coronavírus. Infor­ma ainda que vão acompanhar a evolução da covid-19 nas próxi­mas para definir uma nova data. “O melhor momento vai chegar e estaremos prontos para reali­zar um festival ainda mais espe­cial, com grandes nomes da mú­sica nacional. Será o reencontro de todos”, conta Luit Marques, um dos organizadores.

Os ingressos já vendidos anteriormente para o festival, assim como os que continuam à venda pelo site oficial, serão válidos para a nova data, se­guindo as regras da lei federal número 14.046/2020. Esta é a terceira vez que o evento muda de data. Estava marcado para 6 de junho do ano passado, mas já havia sido transferido para 12 de setembro e depois para 19 de junho de 2021 por conta da covid-19.

Detalhes sobre o line-up da edição de 2021 serão anun­ciados em breve nos canais oficiais do evento. Mais infor­mações no site www.joaorock.com.br. Inicialmente, estava prevista uma homenagem ao Rio de Janeiro, que seria tema do Palco Brasil. Em 2019, apro­ximadamente 65 mil pessoas assistiram a mais de 20 bandas no Parque Permanente de Ex­posições de Ribeirão Preto.

Em sua 19ª edição, o festival pretendia atingir a marca de 235 shows desde a sua criação, em 2002. Entre os destaques do line-up estavam os encon­tros e performances especiais que serão realizados exclusiva­mente para o evento. No Palco Brasil haveria uma homena­gem ao Rio de Janeiro com shows de Gabriel, o Pensador, Cidade Negra, Marcelo Falcão, Barão Vermelho, Planet Hemp e um ícone do rock nacional, que estreia aos 78 anos no JR, o “Tremendão” Erasmo Carlos.

O Palco João Rock, que é di­vidido em duas estruturas para apresentação non-stop (sem in­tervalos), contaria com a presen­ça de Nação Zumbi, CPM22 e convidados (Pitty, Paulo Miklos e Koala), Djonga, Arnaldo An­tunes, Humberto Gessinger, Na­tiruts, Titãs, Baiana System e um show inédito e exclusivo para o festival composto por Criolo que formaria um trio com Emi­cida e a cantora Céu.

Fortalecendo a cena – O espaço para os novos talentos que movimentam o cenário traria o casal rapper Cynthia Luz e Froid, que lançaram o álbum “Sol”, em outubro de 2019, e apresentariam a for­ça do hip-hop e rap mineiro, MC Rashid, com a participa­ção especial de Drik Barbosa e Lellê, Poesia Acústica, La­gum e Matuê completando a grade dos novos talentos e revelações.