Jornal Tribuna Ribeirão

Justiça absolve Waldir Vilela

A juíza Ilona Márcia Bittencourt, da 5ª Vara Criminal de Ribeirão Preto absolveu o ex-vereador de Ribeirão Preto Waldyr Vilela (na época no PSD) do crime de peculato. A decisão foi dada no dia 19 de novembro pois, segundo a magistrada, o conjunto de provas apresentado no processo não foi suficiente para condenar o ex-parlamentar.

Peculato consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou pela obtenção de vantagens indevidas por servidor ou agente público. Na mesma decisão a juíza absolveu a ex-assessora parlamentar de Villela, Solange Moreira Mattos, da acusação de falsidade ideológica.

Villela também respondia na Justiça por exercício ilegal da medicina, mas a ação prescreveu por causa do prazo e da idade do réu, hoje com 84 anos de idade. O ex-vereador é dentista, mas foi acusado de exercer atividades de medicina em um consultório que atendia famílias carentes na Zona Norte de Ribeirão Preto.

Vilela foi afastado do mandato em 2017, ficando fora da Câmara até abril de 2019, quando por decisão do superior Tribunal de Justiça (STJ) foi reconduzido ao cargo. Na época, com a volta de Vilela, o suplente Ariovaldo de Souza, o Dadinho (na época no PTB), perdeu o cargo. Nas eleições municipais do ano passado, Vilela tentou se reeleger pelo MDB, mas, obteve apenas 892 votos e não conseguiu se reeleger. Antes ele era filiado ao PSD. Vilela foi vereador por cinco mandatos sucessivos, iniciados em 2001.

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com