Larga Brasa

0
49

Abraçou a causa
O doutor Álvaro Gradin, presidente da Associação dos Funcio­nários Públicos do Estado de São Paulo, abraçou a causa da conscientização dos efeitos da pandemia nas atividades dos funcionários em suas repartições. Ele tem certeza que além de influir diretamente na população, em todas as profissões, no quadro do funcionalismo a situação é mais concentrada.

Aparelhos que detectam raios
Em muitos países, em zonas com muita incidência de raios, profissionais de clubes de futebol, de natação, bares à beira­-mar e mesmo nos pastos de fazenda se utilizam de um apa­relho, relativamente barato, que detecta e avisa a formação de nuvens “cumulonimbus” a uma distância de 60 quilômetros. O referido aparelho eletrônico emite sinal que motiva uma série de medidas preventivas.

Segurança
Os profissionais retiram todos que estejam nas piscinas, praias, campos de futebol e quem estiver praticando esporte com equinos.Todos são avisados a tempo e hora, mesmo que o céu esteja azul anil. O raio cai mesmo quando não existem nuvens próximas. Os especialistas garantem que há raios que saem da terra para a nuvem, no sentido contrário, e de uma nuvem para outra.

Lugar seguro
Os especialistas garantem que o lugar mais seguro para ficar é dentro de veículos de quatro rodas. O mais arriscado é ficar debaixo de árvores e mesmo próximo a cercas de proprieda­de rurais. Indicam que mesmo nas casas urbanas é preciso ter para-raio ou aterramento da recepção de eletricidade na entrada da rede. Repetimos o que foi dito e pode ser que haja muito mais a ser esclarecido.