Municipal recebe a ‘Somos Tão Jovens’

0
39

A banda Somos Tão Jovens – Tributo Legião volta aos palcos nesta próxima sexta-feira, 27 de novembro, no Teatro Municipal de Ribeirão Preto, às 21 horas, com o show “Sempre em frente”. O grupo é formado pelos mú­sicos Sérgio Missão (vocalista), Evandro Grili (guitarra e violão), Eduardo de Lucca (contrabai­xo), Sandro Rezende (guitarra) e Victor Grili (bateria).

Juntos já fizeram mais de 40 apresentações desde quan­do iniciaram suas apresenta­ções em 2016. Depois de ficar oito meses sem poder se apre­sentar com presença de públi­co, a banda manteve atividade principalmente pela internet e agora comemora a possibi­lidade de levar o seu trabalho novamente com presença do público, dentro das novas re­gras e condutas da quarentena.

Os ingressos custam R$ 80 (inteira), R$ 60 (solidário, com a doação de um quilo de alimento não perecível) e R$ 40 – meia-en­trada para estudantes e professo­res de escolas públicas (mediante apresentação de documento comprobatório como carteirinha da instituição, boleto de mensa­lidade ou holerite), aposentados (com documento específico) e idosos acima de 60 anos (com cé­dula de identidade, o RG).

Estão à venda na Guitar Music Shop, na rua Couto Magalhães nº 322, no Alto da Boa Vista, Zona Sul (próxi­mo à saída do RibeirãoSho­pping), telefone (16) 3967- 2422, pelo WhatsApp (16) 99746-3698 e na bilheteria do Teatro Municipal de Ribei­rão Preto, somente no dia do show. O espetáculo não é re­comendado para menores de 12 anos por causa do horário.

O Teatro Municipal fica na praça Alto do São Bento s/nº, Jardim Mosteiro. O local tem capacidade para receber 515 pessoas, mas receberá no má­ximo 206 (ou 40%) por causa dos protocolos de prevenção da covid-19 – o estacionamen­to tem 40 vagas. Mais informa­ções pelos telefones (16) 3625- 6841. O espaço retomou as atividades depois de sete meses fechado por causa da pande­mia do novo coronavírus.

Vai manter o limite máximo de ocupação de 60% da capacida­de. Os assentos devem ser marca­dos respeitando a distância segu­ra entre pessoas que não são da mesma família. O intervalo está suspenso. Também está proibida a participação do público nos pal­cos e fotos com artistas. Os espa­ços devem ser higienizados entre uma sessão e outra.

A situação é semelhante para os museus, centros culturais e bibliotecas. Seguindo protocolos e cuidados necessários por con­ta da pandemia, a apresentação manterá o distanciamento da plateia e medidas de segurança estabelecidas para shows e even­tos, sendo assentos alternados, com ocupação conforme a or­dem de chegada e uso de másca­ra obrigatório.

Para este ano, o tributo ti­nha a agenda fechada com tur­nês em Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal, São Paulo e Minas Gerais – mas to­dos espetáculos foram cance­lados por conta da pandemia e a quarentena decretada pelos órgãos competentes.

Neste período de distancia­mento social e isolamento, os músicos investiram na comuni­cação com seu público através das redes sociais e lives. A banda já percorreu diversas cidades em todo o país. Em todas obteve su­cesso de bilheteria.

Repertório
O show do tributo fará um mergulho na obra da Legião Ur­bana e nas canções que viraram hinos de gerações. Será apresen­tada uma releitura de várias fases do Legião Urbana. São músicas de quase 30 anos, mas que ainda são hits atuais, como “Tempo per­dido”, “Quase sem querer”, “Ainda é cedo”, “Pais e filhos”, “Eduardo e Mônica”, “Que país é este?”, “Ín­dios”, “Faroeste caboclo”, “Monte Castelo” e muitas outras.

Cunho solidário
O show terá uma ação soli­dária em prol do projeto “SOS Vidas”, com arrecadação de ali­mentos não perecíveis (arroz, fei­jão, macarrão, leite em pó e longa vida). A doação deve ser feita no momento da entrada do teatro. A ONG presta atendimento a crian­ças portadoras de doenças crôni­cas severas e famílias carentes e atua na zona Norte da cidade.

Comentários