ANDRÉ ESTEVÃO

A USP-Filarmônica abre a temporada de concertos gra­tuitos de 2019 na próxima ter­ça-feira, 26 de março, às 20h30, no Theatro Pedro II. Esta será a 114ª apresentação da or­questra de alunos bolsistas da Universidade de São Paulo (USP), dedicada à efeméride de 55 anos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP), sob regência do maestro Rubens Russomanno Ricciardi.

A apresentação ocorre tam­bém em São Carlos, na quar­ta-feira (27), e em Franca, na quinta-feira (28), nos teatros municipais de cada cidade, sem­pre às 20h30. Os três concertos do mês de março contarão, tal como vem ocorrendo em toda abertura de temporada da USP-Filarmônica desde 2015, com a íntegra de “As quatro estações”, de Antonio Vivaldi (1678-1741).

A escolha desta obra con­sagrada tem por finalidade não apenas o mérito artístico, por se tratar de uma das mais famosas da literatura universal, mas tam­bém cumpre uma missão pe­dagógica no ensino das práticas interpretativas em música para os alunos da USP.

O repertório dos concertos conta também com obras co­loniais brasileiras, como “Salve Regina – Antífona de Nossa Senhora”, do compositor atu­ante no Arraial do Tejuco (hoje Diamantina, MG), José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita (1746-1805); e “Miserere – mo­teto”, do compositor radicado na Vila de São José (hoje Tiraden­tes, MG), Manuel Dias de Oli­veira (1738-1813).

Completam o programa obras de Johann Sebastian Bach (1685-1750) – “Jesus bleibet meine freude” (“Jesus alegria dos homens”, coral da “Cantata BWV 147”) e “Erbarme dich, mein Gott” (“Tem misericórdia, meu Deus”), ária da “Paixão se­gundo São Mateus BWV 244” – e de Wolfgang Amadeus Mo­zart (1756-1791) – “Ave verum corpus – moteto, KV 618”.
O solista convidado é o violi­nista spalla do Theatro Municipal de São Paulo, Alejandro Andrés Aldana, que divide o palco com o Coral da Universidade Estadu­al Paulista (Unesp) de Franca e Jaboticabal, sob regência de Rafael Andrade (formado em música pela USP de Ribeirão Preto).

Participam também, como solistas, o violoncelista André Luis Micheletti (professor da FF­CLRP-USP), a cravista Giovana Ceranto (aluna de graduação da FFCLRP-USP e bolsista da USP-Filarmônica) e o contratenor Fe­lipe Rissatti (aluno de graduação da FFCLRP-USP).

Concertos mensais
A entrada, como em todos os concertos da USP-Filarmôni­ca, é aberta ao público em geral e gratuita, com intuito de sem­pre viabilizar um melhor acesso à arte. O Theatro Pedro II fica na rua Álvares Cabral nº 370, no Quarteirão Paulista, Centro Histórico de Ribeirão Preto. O local tem capacidade para 1.588 pessoas, mas parte foi interdita­da por segurança. Atualmente conta com 1,3 mil lugares. Te­lefone para mais informações: (16) 3977-8111. O espetáculo não tem restrição de idade.

Comentários