Obras da UPA Norte estão em fase final

0
38
ALEXANDRE DE AZEVEDO/CCS

As obras da Unidade de Pronto Atendimento do Adelino Simioni (UPA Norte) da Região Norte estão 87,66% concluídas. Os trabalhos seguem para que a entrega ocorra em junho deste ano. O prédio terá área de 1.912 metros quadrados. A estrutura comportará leitos de retaguarda, sala de medicação, inalação adulto e infantil, curativos, raio-X, eletrocardiograma, sala para serviço social, duas salas para classificação de risco, quatro consultórios pediátricos e cinco para clínica médica.

A UPA também comportará farmácia, arquivo e dois quartos para isolamento, área para ambulância, sala de urgência, sala de higie­nização, setor de pronto atendimento, quatro consultórios adultos com sala de observação e posto de enfermagem, quatro consultórios infantis com sala de observação e posto de enfermagem, salas para direção, administração, reuniões, refeitório, copa, área para arma­zenagem de materiais, instalações para o Samu e instalações para depósito de resíduos.

O reservatório de água já está em funcionamento, assim como o gerador de energia. A empresa responsável pela obra iniciou a parte da frente principal da unidade de saúde, em fase de finalização da concretagem. A rede de gases medicinais já foi concluída, e está em andamento o processo de estanqueidade para verificar vazamentos. Já foram instalados, também, bomba a vácuo, compressor e central de oxigênio, e estão sendo finalizadas a instalação do piso interno (90% prontos), do revestimento interno (100% prontos), das portas internas (70% instaladas), pias, bancadas e divisórias (80% instaladas).

As luminárias estão 90% instaladas, os aparelhos de ar-condiciona­do 50% instalados, reservatório elevado já testado e funcionando e pinturas interna e externa 60% concluídas. Assim que concluída, a UPA Norte atenderá a região formada pelos bairros Quintino Facci I e II, Adelino Simioni e adjacências, com aproximadamente 200 mil habitantes.

As obras foram retomadas em dezembro do ano passado e desde então seguem em ritmo acelerado – o equipamento deveria ter sido entregue em 2015, na gestão da ex-prefeita Dárcy Vera (sem partido), mas uma série de problemas administrativos retardaram a inauguração. A previsão de entrega é para o próximo mês de junho.

A Atlântica Construções Comércio e Serviços EirellI EPP venceu a licitação para dar continuidade às obras a partir de dezembro. A concorrência, com valor estimado de R$ 2,4 milhões, foi finalizada por R$ 1,95 milhão, economia de R$ 450 mil aos cofres públicos, despesa 18,5% inferior ao previsto.

“A unidade terá também laboratório de análises clínicas e equipa­mento de ultrassom de emergência, inovação adotada em unidades de emergência de países da Europa e América do Norte, onde o pró­prio médico emergencialista faz o ultrassom do paciente, diminuindo o tempo de diagnósticos, que passam a ser mais rápidos e mais aprimorados”, diz o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini.