FOTO: JF PIMENTA/ESPECIAL PARA O TRIBUNA

A Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto vai abrir a temporada 2021 da série Con­certos Internacionais neste sá­bado,15 de maio, às 20 horas. A regência será do maestro ti­tular da Osrp, Reginaldo Nas­cimento, que escolheu para o programa o “Concerto para piano nº 1 em dó maior” e a “Sinfonia nº 1 em dó maior”, de Ludwig van Beethoven (1770- 1827). O pianista Carlos Vogt será o solista da noite.

“Escolhi essas duas obras pelo emblemático número 1, inicial, inovador. Estamos vi­vendo um novo momento na Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, estamos no início da nova administração do Teatro Pedro II e também iniciamos um novo ano com muita esperança na va­cina contra a covid-19 para que possamos voltar aos palcos e en­contrar as plateias. As obras são muito alegres e movimentadas. Um convite à esperança”, diz o maestro Reginaldo Nascimento.

O espetáculo será transmiti­do do palco principal do palco principal do Theatro Pedro II, no Quarteirão Paulista, Centro Histórico de Ribeirão Preto, pe­las redes sociais da Orquestra Sinfônica e do teatro – Youtube, Instagram e Facebook. O espe­táculo é promovido por leis de incentivo fiscal à cultura do Mi­nistério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Associa­ção Musical de Ribeirão Preto – mantenedora da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto.

Carlos Vogt
Pianista da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, dirigida pelo maestro Cláudio Cruz (já foi o regente titular da Osrp), de­dica-se ao ensino de piano para crianças e adolescentes. É bacha­rel em Piano Erudito pela Uni­versidade de São Paulo (USP).

Já atuou como solista da Orquestra USP-Filarmônica, em Ribeirão Preto e em São Carlos, e também da Orques­tra Sinfônica Municipal de Campinas. Também trabalhou cooperativamente sob a regên­cia de Marin Alsop, Giancar­lo Guerrero, Thierry Fischer, Isaac Karabtchevsky e Cláudio Cruz. Vogt tem vários prêmios nacionais e internacionais.

Juventude tem Concerto
A série Juventude tem Concerto também volta neste sábado, às 19 horas, com a exe­cução de duas obras de Bee­thoven, “Concerto para piano nº 1 em dó maior” e “Sinfonia nº 1 em dó maior”, também com regência do maestro Re­ginaldo Nascimento e solo do pianista Carlos Vogt.

A transmissão será pelo Youtube da orquestra do The­atro Pedro II, Facebook e Ins­tagram (@sinfonicaderibei­raopreto e @theatropedro2). O Ensaio aberto, voltado para estudantes das redes pública e particular, será transmitido no mesmo horário, junto com o Juventude tem Concerto.

A Orquestra Sinfônica
Quase 40 mil pessoas assis­tiram aos concertos e apresen­tações da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto em 2019. Em 2020 a Osrp fez apenas apresentações virtuais, sem a presença de público, por causa da pandemia de coronavírus.

No ano anterior foram 71 apresentações, entre concer­tos ou óperas, além de recitais de grupos de cordas ou me­tais em teatros, igrejas, esco­las e eventos. No total, 37.994 espectadores testemunharam os espetáculos, a maioria sob a regência do maestro titular Reginaldo Nascimento.

A Orquestra Sinfônica tem cerca de 40 músicos e é manti­da pela Associação Musical de Ribeirão Preto, criada em 1921 por músicos e abnegados como Max Bartsch. Fez sua primeira apresentação em 1938.

Desde então, a Osrp fun­ciona de modo ininterrupto e vem desenvolvendo impor­tantes projetos que difundem a música erudita, reafirman­do seu papel de destaque no setor artístico e nos cenários municipal e nacional.

Já são mais de 1.400 con­certos oficiais em âmbito na­cional e internacional.

A Osrp desenvolve im­portantes projetos que difun­dem a música erudita, além de contar com uma escola de canto coral com 120 alunos e três coros – Coro de Câmara, Coro Lírico e Coro Juvenil.