DENIS BALIBOUSE/REUTERS

A Pfizer informou que en­tregará ao Ministério da Saú­de, nas duas últimas semanas de julho, 13.265.460 milhões de doses da vacina contra a co­vid-19, produzida em parceria com a BioNTech. O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, receberá 13 voos vindos de Miami, nos Es­tados Unidos, até 1⁰ de agosto.

Na terça-feira, 20 de julho, 1,05 milhão de doses desem­barcaram no país e nesta quar­ta-feira (21) a mesma quan­tidade chegou em Campinas. Este é o 24° lote entregue ao país. Os imunizantes serão en­viados para o centro de distri­buição do Ministério da Saúde, em Guarulhos.

Somados aos lotes anterio­res, serão mais de 30 milhões de doses entregues ao governo federal no primeiro semestre deste ano. A previsão da far­macêutica é que a operação no Aeroporto de Viracopos se intensifique entre os meses de agosto e setembro, já que de­vem chegar quase 70 milhões de doses ao país.

Esse montante faz parte do primeiro acordo firmado com o governo no dia 19 de março, contemplando a entrega de 100 milhões de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021. O segundo contrato, assinado em 14 de maio, pre­vê a entrega de mais 100 mi­lhões de doses entre outubro e dezembro, totalizando 200 milhões de doses de vacina Pfizer/BioNTech ao Brasil.

Uma nova remessa com 924,3 mil doses contra a co­vid-19 fabricadas pela Pfizer/ BioNTech desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, na semana passada. Somadas aos lotes anteriores, cerca de 17 milhões de doses foram entregues ao Programa Na­cional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, até o momento, segundo informa­ções da Pfizer.

Coronavac
O Estado de São Paulo entregou, na manhã desta quarta-feira (21), mais 1,5 milhão de doses da vacina do Butantan contra o coronaví­rus ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Mi­nistério da Saúde, totalizan­do 57,649 milhões de ampo­las da Coronavac enviadas ao Ministério da Saúde.

As entregas começaram em 17 de janeiro, quando o uso emergencial do imu­nizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilân­cia Sanitária (Anvisa).

No dia 14, o instituto libe­rou 800 mil doses. Na quinta (15), foram 200 mil e na sex­ta-feira (16), mais um milhão.

Na segunda-feira (19), tam­bém foram entregues um mi­lhão de doses. Essas novas entre­gas, iniciadas há uma semana, são referentes à produção de um novo lote de dez milhões de do­ses processadas a partir dos seis mil litros de Ingrediente Far­macêutico Ativo (IFA) recebi­dos no dia 26 de junho.

As vacinas liberadas ontem fazem parte do segundo con­trato firmado com o Minis­tério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. O Butantan trabalha para completar, até o fim de agosto, 100 milhões de vacinas disponibilizadas ao PNI, an­tecipando em 30 dias o prazo contratual.

A matéria-prima recebida no dia 26 de junho foi envasa­da no complexo fabril do Bu­tantan, na zona oeste da cida­de de São Paulo, e passou por etapas como embalagem, rotu­lagem e controle de qualidade das doses. Na madrugada do último dia 13, o instituto rece­beu carga recorde de doze mil litros de matéria-prima para produzir e entregar outras 20 milhões de doses.

Fiocruz
A Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) vai disponibilizar mais quatro milhões de doses da vacina que produz em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca para o Programa Nacional de Imunizações (PNI). Segundo o Ministério da Saúde, as do­ses chegarão nos próximos dois dias. Com isso começarão a ser distribuídas aos estados, con­forme parâmetros do plano de operacionalização do PNI.

Para o mês de julho, a previsão é de entrega de doze milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca pela Fio­cruz. Para os meses de agosto e setembro, a expectativa é de disponibilização de mais 50 milhões de doses, além de ou­tras 60 milhões da Oxford pro­duzidas pela Fiocruz em seu complexo de Biomanguinhos. Uma nova carga do ingredien­te farmacêutico ativo (IFA) da vacina deve chegar neste sába­do (17). A nova remessa será usada para a produção de dez milhões de doses.