O prefeito Duarte Nogueira durante coletiva de imprensa nesta sexta, 16 - Foto: Alfredo Risk

O prefeito de Ribeirão Preto Duarte Nogueira (PSDB) anunciou em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, (16), os horários de funcionamento das atividades autorizadas a voltarem a funcionar a partir do próximo domingo (18).

De acordo com Nogueira, Ribeirão seguirá um horário um pouco diferente do anunciado pelo Estado para evitar possíveis aglomerações, como as no transporte coletivo. Com isso, o comércio de rua abrirá as portas das 10 às 18 horas. Já os shoppings e similares das 12 às 20 horas.

Os cultos e missas poderão ser realizados até às 20 horas. As igrejas deverão ter capacidade máxima de lotação de 25% de sua capacidade e seguir os protocolos sanitários estabelecidos pelo Plano São Paulo, como o uso de máscaras e o distanciamento entre os fieis. A Arquidiocese da Igreja Católica de Ribeirão Preto deverá retomar as missas no domingo.

Já a partir do dia 24 de abril, quando começa a segunda fase transição, os restaurantes e buffets poderão funcionar das 11 às 20 horas; os salões de beleza e cabelereiros das 11 às 19 horas e as academias das 6 às 11 horas da manhã e das 15 às 19 horas.

Todas as medidas foram publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (16).

Nesta sexta-feira o governo do Estado de São Paulo anunciou a atualização do Plano São Paulo de retomada das atividades. Todo Estado irá mudar, neste domingo, para uma fase determinada de transição.

Entidades empresariais se posicionam

Nota da ACIRP à imprensa:

“A ACIRP – Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, diante do anúncio da nova fase de transição do Plano São Paulo, reitera sua preocupação quanto ao agravamento da pandemia e às dificuldades econômicas decorrentes da crise sanitária.

A transição da fase vermelha para laranja, neste momento, é um alívio para o setor produtivo e tem o mérito de apresentar um cronograma claro de abertura, ainda que de curto prazo.

Entretanto, tal flexibilização não exclui a necessidade de um plano de retomada de longo prazo, que apoie os setores mais prejudicados. Também não elimina a implementação urgente de medidas de suporte financeiro sobre as quais temos insistido junto à administração municipal incluindo suspensão da cobrança de impostos, isenção de taxas e a elaboração de um programa de refinanciamento de dívidas (Refis).

Em relação à restrição dos horários, teme-se que isso possa gerar aglomeração e agravar a pandemia, motivo pelo qual a ACIRP sempre defendeu a ampliação dos períodos de atendimento.

A entidade reforça junto a seus associados a necessidade de que sejam seguidos todos os protocolos sanitários e de higiene de forma salvar vidas, manter as atividades em funcionamento e comprovar, mais uma vez, o papel responsável, educativo e de conscientização do setor produtivo ao longo da pandemia.”

Nota de Posicionamento Sincovarp e CDL RP

Sobre a adoção da Fase de Transição, que começa dia 18/4 (domingo) até 30/4 (sexta), em todo o Estado de São Paulo, SINCOVARP – Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto e outras 43 cidades da região, e CDL Ribeirão Preto – Câmara de Dirigentes Lojistas, se posicionam conforme a seguir:

1 – É um grande avanço rumo às fases menos restritivas. O Comércio Varejista, em especial os micros e pequenos lojistas, não suportaria outro prolongamento da Fase Vermelha conforme alertaram SINCOVARP e a CDL, em suas manifestações das últimas semanas. Precisamos avançar ainda mais!

2 – A manutenção do horário de funcionamento do Varejo em 8h diárias, é fundamental para evitar aglomerações nos estabelecimentos. É comprovado que sempre é melhor diluir o movimento em mais horas do que aglomerar em menos horas.

3 – O escalonamento dos horários de funcionamento, por segmento, também foi acertado na medida que evita a aglomeração de pessoas nos horários de pico no sistema de transporte coletivo.

4 – Mesmo com a reabertura das lojas, SINCOVARP e CDL decidiram manter o funcionamento do Drive-thru Compartilhado do Comércio de Ribeirão, na Esplanada do Theatro Pedro II, no centro. Entendemos que ele será um importante apoio gratuito aos lojistas (e consumidores) até o Dia das Mães, segunda data mais importante do calendário sazonal do Varejo.

5 – Orientamos os lojistas de Ribeirão e região a cumprirem os protocolos sanitários de prevenção e combate à Covid-19, uma vez que o controle da pandemia garante a continuidade das atividades econômicas.

6 – Mais uma vez, conclamamos a população de Ribeirão Preto e região, a respeitar os protocolos de combate e prevenção à Covid-19, como usar máscara, só sair de casa se for necessário, manter o distanciamento social, não participar ou promover aglomerações e usar álcool em gel. A economia também precisa girar, empresas não podem fechar e os empregos precisam ser preservados. Ribeirão tem de seguir em frente!

7 – Por fim, informamos que SINCOVARP e CDL mantém uma Central de Relacionamento com o Lojista para esclarecimento e divulgação de informações oficiais, úteis e corretas, sobre os desdobramentos da pandemia junto ao setor de Comércio e serviços. A CRL, que já fez mais de 8 mil atendimentos durante a pandemia, funciona de segunda à sexta, das 8h às 18h, pelo telefone (16) 3625.6924 e pelo (16) 99963.3105 / WhatsApp.