A tutela de Britney Spears é uma verdadeira novela e ganhou mais um capítulo. Dr. Timothy Benson, o psiquiatra da cantora, morreu de um aneurisma, no último dia 24 de agosto. A informação foi revelada pelo site TMZ. A morte aconteceu dias antes do juiz definir o futuro da tutela da cantora. Recentemente, ela pediu para retomar as rédeas de sua vida, enquanto seu pai entrou com um pedido para que a tutela seja expandida para outros estados americanos e para que o tutor passe a ser temporariamente um cuidador da estrela pop, Jodi Montgomery. Jamie Spears, o pai, está com problemas de saúde e precisa se tratar.

Segundo o TMZ, Timothy Benson deveria apresentar ao juiz um relatório sobre a saúde mental de Britney Spears nas próximas semanas. Seu parecer era importante para o processo. Mas Lynne Spears, a mãe da cantora, ja teceu críticas ao ex-marido Jamie e ao psiquiatra, em desacordo com os medicamentos prescritos à filha. Timothy Benson, de alguma maneira, também estava sendo avaliado nesse processo, por conta do tratamento proposto à cantora.

Britney Spears já ganhou na Justiça alguns direitos – simplórios, mas importantes. Ela passou a ter acesso direto à sua conta nas redes sociais, sem curadoria do pai e de sua equipe. Antes, todo material era aprovado ou não pelo time. Agora, Britney posta e escreve o que bem entender. No último fim de semana, postou fotos e vídeos mostrando que pintou o cabelo de preto, como na era “Blackout” (2007).

Via Portalpopline

Comentários