RODRIGO COCA/AG. CORINTHIANS

A janela europeia para ins­crição de reforços abre neste domingo e os meias Renato Augusto e Giuliano ficarão à disposição para o confronto seguinte do Corinthians, con­tra o Santos, no dia 7, na Vila Belmiro. O técnico Sylvinho, porém, não confirma a estreia dos reforços no clássico.

Giuliano está em um estágio mais avançado de preparação e, em tese, com totais condições de já ir para a Vila Belmiro. Re­nato Augusto, em contraparti­da, ainda carece de um melhor preparo físico. Os torcedores pressionam para vê-los logo em campo, enquanto o técnico se mostra receoso e precavido.

“Ainda não temos uma previsão, o atleta vai respon­dendo no campo Estão re­tornando de um período de férias. O Giuliano está um pouco na frente, já está trei­nando com o grupo, um perí­odo apenas. A gente vai acom­panhando o atleta, é quase um período de pré-temporada para eles”, enfatizou Sylvinho, no SporTV. “Eles respondem à medida que vão crescen­do fisicamente, entrando em melhores condições e assim participarão mais das ativi­dades com todos no campo. Esperamos que seja em breve”, previu. “Ainda não estão ap­tos para jogar, mas dentro de pouco tempo estarão.”

A cautela do treinador tem explicação. Como es­tavam sem jogar, há um enorme temor que possam se machucar. Evitar lesões musculares em seus reforços é a primeira missão. Sylvinho mostra preocupação, ao mes­mo tempo que rasga enormes elogios a seus reforços.

“São atletas formidáveis, de qualidade técnica e expe­riência internacional. Podem ser utilizados em algumas ou­tras funções, pois têm carac­terísticas um pouco diferen­tes. Giuliano provavelmente já teve um plano um pouco mais ofensivo no campo. Mas não sei, o campo dirá, disse. “São atletas que vão ajudar bastante, com uma qualidade técnica e tática, bem como fí­sica e emocional também. São atletas que vão acrescentar bastante para o nosso elenco e para esse período de constru­ção que nós estamos vivendo.”

Antes do clássico, o Corin­thians tem importante com­promisso com o Flamengo na Neo Química Arena. E Sylvi­nho vem trabalhando bem a defesa para evitar novo trope­ço caseiro. Em contrapartida, tenta acabar com a série de resultados ruins no estádio, no qual ganhou apenas um de seis compromissos.