Jornal Tribuna Ribeirão
Artigos

Respondendo aos leitores – parte 04

Fazendo uma retrospectiva do histórico das pandemias que já assolaram o nosso país, chegamos à conclusões bastantes curiosas. Agora, no que diz respeito à atual pandemia que como sabemos é causada pelo novo coronavírus ou Sars-COV-2, uma conclusão que é mais marcante é a que envolve o posicio­namento político de algumas partes diretamente envolvidas no contexto.

Como a pandemia chegou em um momento de grandes paixões políticas em que várias alas se digladiavam entre si, facilmente essas paixões foram transferidas para um novo posicionamento relacionados com a pandemia em si. Desse modo, surgiram pessoas ou grupos de pessoas que se posicionaram a favor de um tratamento precoce com substâncias que não foram cientifica­mente comprovadas serem eficazes.

Outros se posicionaram radicalmente contra o chamado tratamento precoce sim que até o momento não existem remédios eficazes para o tratamento dessa grave doença. E vai além: alguns se posicionaram a favor de determinadas vacinas contra outras gerando cada vez mais confusão na cabeça das pessoas.

Nesse rol de posições a favor e contra determinada posição, o fato notável é a política em um local e momento, onde ela não tem lugar e se po­siciona politicamente os grandes prejudicados são as pessoas que necessitam de proteção contra essa doença tão grave. Do ponto de vista prático o que podemos dizer é que houve e está havendo erros e acertos na condução do enfrentamento dessa pandemia.

Entre os erros mais grosseiros e lamentáveis podemos dizer que foi e é a po­litização do tema com determinados grupos políticos radicais em suas posições entre outros grupos antagônicos. Já o aspecto positivo podemos dizer que o Brasil tem um histórico de eficiência em campanhas de vacinação e na atual pan­demia nós tivemos e estamos tendo a oportunidade de constatar isso na prática.

Numerosas equipes de vacinadores assumiram a missão de enfrentar obstáculos os mais diversos para levar a cabo a tarefa de vacinas o maior número possível de pessoas. E os resultados das vacinações foram e estão sendo surpreendentes. Em um intervalo de tempo relativamente curto, houve uma queda significativa no número de contaminados, de doentes, de doentes graves e de óbitos. E isto se deve, é claro, ao efeito das vacinas. E vamos conti­nuar respondendo às perguntas dos nossos leitores.

01. Sou usuária do SUS (Sistema Único de Saúde) e era bem atendida antes da pandemia. Agora mudou tudo e não consigo mais nem marcar uma consulta. O que eu faço?
Realmente, houve uma certa confusão e que foi causada pela atual pandemia. Mas aos poucos as coisas estão sendo reorganizadas e em breve acreditamos que tudo estará normalizado.

Recomendo assim: você deve ir à UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima da sua residência você será certamente bem atendida e vai conseguir marcar a sua consulta. Agora se você tiver algum problema urgente, em Ribeirão Preto, nós temos as UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) com atendimento 24 horas por dia e certamente você será também muito bem atendida.

02. Tenho uma dúvida: tomei a primeira dose da vacina Coronavac, mas no dia que fui convocada para tomar a segunda, estava trabalhando fora da cidade. Como faço para tomar a segunda dose?
Você deve ir à UBS mais perto da sua casa levando o comprovante de tomada da primeira dose e mais os seus documentos com foto ou cartão do seu postinho e você certamente terá a sua programação de tomada da segunda dose.

Observação: A partir da próxima semana daremos início a uma série de temas relacionados com a sua saúde e que tem por título: Cuide bem. Nessa série serão focados os diversos órgãos do corpo humano que são mais suscetíveis ao aparecimento de doenças, como o coração, os pulmões, a pele, os olhos, os ouvidos, o estômago, os intestinos etc.

Também poderá aparecer temas como cuide bem da sua pressão, da sua dor de cabeça, etc. Nessa série, forneceremos muitas informações úteis para você cuidar muito bem da sua saúde, evitando o aparecimento de doenças, e assim será capaz de tomar providências simples para evitar o agravamento desses incômodos.

(Contina na próxima semana)

Mais notícias

São Paulo moderniza a educação pública

Redação 1

Como cuidar bem do seu coração – parte 04

Redação 1

‘Um abajur cor de carne’

Redação 1

A pobreza

Redação 1

O rato

Redação 1

Nova estrutura da educação

Redação 1
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com