Jornal Tribuna Ribeirão

Ribeirão Preto está sem coleta seletiva

Ribeirão preto está sem co­leta seletiva de lixo – porta a porta – há pelo menos três me­ses. O contrato com a empresa Morhena Coleta e Engenharia Ambiental Ltda., com validade de doze meses, venceu em se­tembro do ano passado.

Desde então, a coleta seletiva tem sido realizada apenas em quatro ecopontos existentes na cidade – Jardim Alexandre Balbo (avenida Ettore e Aurora Coraucci nº 1.375), Jardim Centenário (rua Arthur Ramos nº 1.185), Jardim Santos Dumont (rua Guará nº 2.225) e o do Jardim das Palmeiras II (rua Poeta Fernando Pessoa com a ave­nida Alfredo Ravanelli).

Com o fim do contrato, a coleta, que em setembro de 2020 passou de 27 bairros para 129, foi interrompida. Segun­do a prefeitura anunciou na época, a capacidade para reco­lhimento nesses bairros era de 150 toneladas por mês. O ma­terial era levado para a Coope­rativa Mãos Dadas, responsá­vel pela triagem e destinação do lixo reciclável.

A cooperativa presta servi­ços para a prefeitura de Ribei­rão Preto desde 2005, mas há pelo menos dois meses, a ren­da dos funcionários caiu pela metade, segundo a presidente da entidade, Iracy Pereira. Se­gundo a Mãos Dadas, a inter­rupção da coleta acabou dimi­nuindo a reciclagem.

Com isso, a renda dos co­operados caiu drasticamente. Em média, antes da interrup­ção, cada cooperado conseguia ganhar um salário mínimo por mês (era de R$ 1.100 e saltou para R$ 1.212 em 1º de janei­ro). Questionada pelo Tribuna, a prefeitura afirmou, em nota, que um novo processo licitató­rio foi realizado.

Diz o texto enviado ao jor­nal: “O Departamento de Lim­peza Urbana informa que faz a coleta seletiva através de empresa terceirizada e que uma nova licitação foi con­cluída. Os trabalhos serão iniciados após a ordem de serviço que deve ser assinada em fevereiro”.

No Diário Oficial do Muni­cípio (DOM) de 10 de dezem­bro do ano passado, a prefeitu­ra de Ribeirão Preto publicou a adjudicação da nova empresa vencedora da licitação para coleta seletiva. Segundo o pre­gão eletrônico nº 0273/2021, a vencedora foi a Carvalho Mul­tisserviços Eireli. O valor ofe­recido é de R$ 1.180.998 pelo período de doze meses.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort