YANN COATSALIOU / AFP

João Victor Cristovão

O São Paulo mantém cautela na negociação com o Olympique de Marselha da França para trazer o atacante argentino Dário Benedetto. Julio Casares, presidente do clube paulista, afirmou não ter pressa para fechar o ne­gócio, que tem avançado nos últimos dias.

Segundo ele o Tricolor sempre vem observando bons jogadores, como Benedetto, mas tudo é tratado sempre com muita cautela. “O São Paulo monitora sempre os jo­gadores, como foi Rigoni dos contratados. E centroavante não foi diferente. O São Paulo manteve conversa com Calle­ri e mantém como Olympi­que, mas não está como a mí­dia está dizendo, de faltando detalhes. Tem um interesse, tem boas conversas entre São Paulo e Olympique. As coisas estão encaminhando,” disse Casares ao GE.

Mesmo otimista com a negociação o presidente tem calma e não quer errar. O exemplo foi a negociação com Calleri que já jogou pelo São Paulo, mas não deve vol­tar ao clube devido ao alto valor pedido pelo Deportivo Maldonado, clube uruguaio dono dos direitos econômi­co do jogador. “Por exemplo, com o Calleri tinham conver­sas, mas quando a coisa par­tiu para valores estratosféri­cos que figuram da realidade de uma contratação, o São Paulo recuou. E no caso do Benedetto tem conversas sim com o Olympique. Houve um monitoramento, está tendo conversas com o clube dele, e aí tem uma série de composi­ções financeiras, de salário…” comentou ao GE.

A contratação de um cen­troavante é prioridade da diretoria. O técnico Hernan Crespo tem tido dificuldades com essa posição. Eder, con­tratado esse ano, sofre com uma série de lesões, Pablo não agradou e Vitor Bueno já foi testado, mas sem sucesso.