Sorteio define que Palmeiras decidirá em casa a Copa do Brasil contra o Grêmio

0
26
CÉSAR GRECO/AGÊNCIA PALMEIRAS

A grande decisão da Copa do Brasil será no es­tádio Allianz Parque, em São Paulo. Em um sorteio realizado nesta quinta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, com as presenças dos técnicos Abel Ferreira e Renato Gaúcho, ficou definido que Palmei­ras e Grêmio começarão a final do torneio em Porto Alegre, na Arena do Grê­mio, e farão o segundo jogo na capital paulista.

De acordo com o crono­grama divulgado pela CBF nesta semana, as datas da decisão da Copa do Brasil sofreram uma alteração em relação ao que estava progra­mado originalmente. Os jo­gos seriam nos dias 3 e 10 de fevereiro, mas a presença do Palmeiras na final da Copa Libertadores contra o Santos, no próximo dia 30, no está­dio do Maracanã, no Rio de Janeiro, fez os duelos passa­rem para 11 e 17 de fevereiro.

Mas ainda há a possibili­dade de uma nova mudança de datas. Isso vai acontecer se o Palmeiras conquistar o título continental. Como o clube alviverde terá que dis­putar o Mundial de Clubes da Fifa, entre 1 e 11 de fevereiro, no Catar, a decisão da Copa do Brasil passaria então para os dias 28 de fevereiro e 7 de março, logo após a 38.ª e úl­tima rodada do Campeonato Brasileiro e já pegando datas reservadas para os campeo­natos estaduais.

O português Abel Ferreira gostou do sorteio, mas disse que seria melhor para o Pal­meiras se tivesse a presença da torcida. “A torcida é um acréscimo de energia, mas como eu disse, para mim é igual. Depende muito do pri­meiro jogo. A gente veio com vantagem da Argentina, mas vocês viram o quão difícil foi. Cada jogo tem sua história, particularidades diferentes. Já há um conhecimento mú­tuo, o Renato sabe como o Palmeiras joga, o Palmeiras sabe como eles jogam. Que seja um grande espetáculo, que vença o melhor, espero que seja o Palmeiras”, disse.

Renato Gaúcho seguiu a mesma linha. “Eu gostaria muito de decidir em casa, mas isso não foi possível. Hoje em dia não tem gol qua­lificado e como o Abel falou, não muda muito. O Grêmio joga da forma que ele joga, vamos jogar dessa forma contra o Palmeiras. Como o Abel falou, conhecemos eles e eles nos conhecem. São dois grandes times”, afirmou o treinador gremista.