Jornal Tribuna Ribeirão

SP formaliza apoio ao APL de cervejas

DIVULGAÇÃO

Representantes da governan­ça do Arranjo Produtivo Local (APL) de Cervejas Artesanais de Ribeirão Preto participaram do 3º Seminário Estadual de APLs, realizado na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômi­co do Estado, na capital.

Durante o evento foram formalizadas parcerias entre o governo paulista e os APLs contemplados em chamada pública. Dentre os projetos, está o apoio de R$ 490 mil para equipar o Centro Multidisci­plinar de Tecnologia Cervejei­ra do Instituto Federal de São Paulo – Campus Sertãozinho.

Fazem parte do grupo de entidades que atuam no APL de Cervejas Artesanais, o Polo Cer­vejeiro, que é um dos núcleos do programa Empreender da Asso­ciação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (Acirp), Supera Parque , Instituto Federal de São Paulo, Secretaria Municipal de Inovação e Desenvolvimento de Ribeirão Preto e Sebrae.

A verba, recebida por meio do Programa de Fomento de Arranjos Produtivos Locais Pau­lista, será utilizada para aquisi­ção de equipamentos que serão utilizados na análise de qualida­de físico-química e microbio­lógica de produtos e insumos e também para a digitalização e automação da planta piloto do Instituto Federal.

“Ao viabilizar este projeto, o APL Cervejeiro irá beneficiar não apenas as 18 fábricas, os ato­res e segmentos que compõem o arranjo mas todo o setor de cervejarias artesanais e também a região de Ribeirão Preto como um todo”, avalia o gestor de Co­municação da Acirp, Carlos Ferreira, que representou a en­tidade no evento.

Novos investimentos
Os recursos do Programa de Fomento serão destinados a equipamentos para espectro­fotometria para análise de cor e amargor (IBU) e compostos desejáveis e indesejáveis que fazem parte das cervejas, bem como para medição de gases dissolvidos que impactam di­retamente no tempo de prate­leiras das bebidas.

Entre as verificações fí­sico-químicas possíveis no novo laboratório estão aná­lise de extrato, teor alcoólico, calorias e análise de insumos como malte e lúpulo, este úl­timo já cultivado na região de Ribeirão Preto. Também se­rão adquiridos equipamentos para complementar as análi­ses microbiológicas já realiza­das pelo Instituto.

A cervejaria piloto do Ins­tituto receberá sensores, inves­timentos em sistema de auto­mação e data cloud visando a digitalização de processos e estudos na área da chamada Indústria 4.0 dentro da área de engenharia. O Polo Cervejeiro é um dos núcleos setoriais do Pro­grama Empreender da Acirp.

Fundado no dia 11 de no­vembro de 2015, congrega dez cervejarias artesanais de Ribei­rão Preto e região. Tem como principal objetivo promover ao público de sua área de atu­ação o aprimoramento da cul­tura da cerveja, despertando e disseminando o interesse pela apreciação de diferentes sabo­res e estilos, a história da cer­veja, seu processo de produção e sua relação com a diversão e a socialização.

O número de cervejarias está aumentando no Brasil. De acor­do com o Anuário da Cerveja 2020, divulgado em 30 de abril pelo Ministério da Agricultu­ra, Pecuária e Abastecimento (Mapa), existem 1.383 cerveja­rias registradas no país. O nú­mero é 14,4% maior do que o registrado no ano anterior, de 1.209. São 174 a mais.

No caso dos municípios, o maior crescimento foi o registra­do em Ribeirão Preto (aumento de 50%) e São Paulo (44%). O parque cervejeiro ribeirão-pre­tano em 2020, segundo o anu­ário, era de 15 unidades, contra dez do ano anterior – eram oito em 2018 e sete em 2017.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com