Vacinação – População deve atualizar cadastro

0
1186
© REUTERS/Dado Ruvic/Direitos Reservados

A Secretaria Municipal da Saúde orienta a população de Ribeirão Preto que mante­nham seus dados cadastrais, como telefone e endereço, atualizados para a vacinação contra o novo coronavírus, que terá início em 25 de ja­neiro. Basta se deslocar a uma unidade de saúde mais próxima e solicitar a atualiza­ção, fundamental para o con­trole das pessoas imunizadas na cidade.

“As pessoas mudam de re­sidência, trocam de telefone celular e não são encontra­das. É preciso termos os da­dos atualizados para registrar a vacina aplicada, sabermos quem foi imunizado e mape­ar a população, um controle eficaz para segunda fase em Ribeirão Preto”, orienta a Mayra Fernanda de Oliveira, coordenadora do programa de imunização.

Embora ainda não tenha havido orientação oficial do Ministério da Saúde e da Se­cretaria da Saúde do Estado de São Paulo, com relação à documentação que deverá ser apresentada no ato da imu­nização, e como acontece nas campanhas de vacinação, é im­portante ter em mãos a cartei­ra de vacinação e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Mas se o munícipe não estiver de posse desses docu­mentos, não haverá proble­ma. Bastará apresentar qual­quer documento oficial de identificação com foto, que receberá a vacina”, esclarece a coordenadora do programa de imunização.

O Plano Municipal de Imunização contra a Co­vid-19 contempla pontos fi­xos nas salas de vacinação de 37 Unidades Básicas de Saú­de (UBS’s) da rede municipal de saúde e mais cinco pontos alternativos. Um fica no Nú­cleo de Gestão Assistencial em Saúde (NGA), na rua Mi­nas nº 895, nos Campos Elí­seos (Zona Norte).

O sistema “drive thru” vai atender no estacionamento do Estádio Santa Cruz (Bo­tafogo), na Ribeirânia (Zona Leste). Também haverá imu­nização em de postos no Ri­beirãoShopping, no Jardim Califórnia (Zona Sul), e no Santa Úrsula Shopping, no bairro de Higienópolis (Cen­tral), além do Centro Médico de Ribeirão Preto, localiza­do na rua Thomaz Nogueira Gaia nº 1.275, no Jardim Irajá (Zona Sul).

A Câmara de Vereadores pode ser o 43º posto de vaci­nação contra o novo corona­vírus em Ribeirão Preto. Dois ofícios assinados pelo presi­dente do Legislativo, Alessan­dro Maraca (MDB), foram encaminhados ao prefeito Duarte Nogueira (PSDB) e ao secretário municipal de Saú­de, Sandro Scarpelini, nesta segunda-feira, 11 de janeiro.

A prefeitura de Ribei­rão Preto pretende vacinar 150.275 pessoas contra o co­ronavírus entre 25 de janeiro e 22 de março. A previsão é imunizar o público-alvo de­terminado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e pelo Ministério da Saúde.

A imunização será feita em duas doses, com o inter­valo de três semanas entre a primeira e a segunda aplica­ção. Fazem parte do público­-alvo pessoas com mais de 60 anos de idade e profissionais de saúde. Este contingente foi escolhido por ter o maior número de provocadas pela covid-19.

Segundo a Secretaria Mu­nicipal da Saúde, em Ribeirão Preto, 80% das mortes pro­vocadas pelo vírus foram de pessoas com mais de 60 anos. Já os profissionais de saúde estão no grupo prioritário por trabalharem na linha de frente de combate à doença e no atendimento aos pacien­tes. A vacinação será realiza­da de segunda-feira a sábado, das sete às 17 horas.

O calendário de vacinação
Dia 25 de janeiro
Segunda dose em 15 de fevereiro

Público-alvo
Profissionais de saúde dos setores público, privado e filantrópico
Meta: 32.000 pessoas

Dia 8 de fevereiro
Segunda dose em 1º de março
Público-alvo
Idosos com 75 anos ou mais
Meta: 32.806 pessoas

Dia 15 de fevereiro
Segunda dose em 8 de março
Público-alvo
Idosos entre 70 a 74 anos
Meta: 21.269 pessoas

Dia 22 de fevereiro
Segunda dose em 16 de março
Público-alvo
Idosos de 65 a 69 anos
Meta: 28.663 pessoas

Dia 1º março
Segunda dose em 22 de março
Público-alvo
Idosos de 60 a 64 anos
Meta: 35.537 pessoas

Total do público-alvo: 150.275 pessoas