30 C
Ribeirão Preto
20 de abril de 2024 | 14:06
Jornal Tribuna Ribeirão
Número de núcleos familiares atendidos pelo Bolsa Família caiu para 25.775: valor médio do benefício ficou abaixo da média nacional pela primeira vez (Divulgação)
Início » Valor do Bolsa Família destinado a RP recua 
DestaqueEconomia

Valor do Bolsa Família destinado a RP recua 

São Paulo é a unidade da federação com maior número de famílias contempladas com o Bolsa Família em fevereiro de 2024. Mais de 2,62 milhões de famílias, de todos os 645 municípios paulistas, receberão neste mês um benefício médio de R$ 679,51.  
 
O repasse é fruto de um investimento do governo federal que supera R$ 1,76 bilhão. O pagamento dos benefícios começou nesta sexta-feira (16) e prossegue de forma escalonada até o dia 29, com base no final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. 
 
Ribeirão PretoLevantamento do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome revela que 25.775 famílias estão sendo atendidas em Ribeirão Preto, em fevereiro, pelo novo Bolsa Família, contra 26.504 de janeiro. O valor total liberado é de R$ 17.609.257, queda de 4,06% em relação aos R$ 18.353.844 do mês anterior. São R$ 744.587 a menos.  
 
A média do benefício pago em Ribeirão Preto, de R$ 683,19, é 1,34% inferior aos R$ 692,49 de janeiro, desconto de R$ 9,30. O recorde até agora é de junho do ano passado, de R$ 720,99. A mediana ribeirão-pretana está 0,42% abaixo da nacional, de R$ 686,10 – era de R$ 685,61 nos primeiros 31 dias de 2024. São R$ 2,91 a menos.  
 
É a primeira vez que isso ocorre deste o lançamento do novo Bolsa Família, em maio do ano passado. Porém, supera em 0,54% a média estadual, de R$ 679,51 – era de R$ 680,70 no mês passado. São R$ 3,68 a mais. Franca tem 13.149 famílias beneficiadas e média de R$ 699,71 – era de R$ 692,79 em janeiro –, valor 2,42% acima da ribeirão-pretana. São R$ 16,52 a mais.  
 
Em fevereiro, os francanos vão dividir R$ 9.200.525. Barretos conta com 5.299 núcleos familiares cadastrados que receberão R$ 3.513.797 do Bolsa Família. A média em fevereiro é de R$ 663,11 – era de R$ 660,81 em janeiro , valor R$ 20,08 abaixo da mediana de Ribeirão Preto, 2,94% inferior.  
 
Três municípios paulistas receberam pagamento unificado do Bolsa Família nesta sexta-feira: Embu-Guaçu, Socorro e Sorocaba. Essas cidades estão inseridas em ações de enfrentamento a desastres. O valor repassado pelo Governo Federal é de R$ 28,9 milhões e chega a 42,4 mil famílias. 
 
EstadoSão Paulo é o município com maior número de famílias contempladas: 711.902. Elas receberão um benefício médio de R$ 678,90. O valor dos repasses federais para a capital paulista supera os R$ 483,3 milhões, segundo dados do Ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome.  
 
Outras cinco cidades paulistas terão neste mês de fevereiro mais de 40 mil famílias beneficiadas: Guarulhos (111.525), Campinas (62.241), Osasco (47.780), São Bernardo do Campo (42.997) e São José dos Campos (41.730), indica o governo federal,. 
 
Já o município de Bananal detém o maior valor médio do benefício em todo o estado: R$ 742,45. Na sequência, aparecem as cidades de Vista Alegre do Alto (R$ 739,22), União Paulista (R$ 733,78), Pontalinda (R$ 733) e Gabriel Monteiro (R$ 730,23). 
 
Entre os benefícios complementares criados com o novo Bolsa Família, 1,3 milhão de crianças de zero a seis anos receberão neste mês o adicional de R$ 150 em São Paulo referente ao Benefício Primeira Infância, a partir de um repasse federal de R$ 182,353 milhões.  
 
A cesta de benefícios complementares também acrescenta R$ 50 neste mês a 1,628 milhão de crianças e adolescentes de sete a 16 anos e 306.884 jovens de 16 a 18 anos, além de 42.611 gestantes e 58.467 mulheres em fase de amamentação. O valor médio na conta dos beneficiários é de R$ 686,10, um dos maiores dos últimos odze meses. No mesmo calendário, 5,5 milhões de beneficiários em condição de maior vulnerabilidade recebem o Auxílio Gás neste mês, no valor de R$ 102. 
 
Mulheres Como de praxe no programa de transferência de renda do Governo Federal, mais de 83% dos responsáveis familiares são mulheres, um total de 17,5 milhões. Levando em conta o total de beneficiários, 73% se declaram de cor preta/parda. A lista de contemplados também registra 212 mil famílias indígenas, 234 mil de quilombolas, 348 mil de catadores de recicláveis e 203 mil de famílias em situação de rua.  
 
Infância – Dentro da cesta de benefícios estabelecida com a retomada do programa em 2023, há 9,5 milhões de crianças de zero a seis anos que integram as famílias beneficiárias. Cada uma delas representa um valor de R$ 150 a mais. O investimento para saldar o Benefício Primeira Infância é de R$ 1,36 bilhão.  
 
Variáveis – O programa ainda prevê uma série de outros benefícios variáveis, todos no valor adicional de R$ 50, para gestantes, nutrizes e crianças de sete a 18 anos incluídas na composição familiar. São 331 mil gestantes (R$ 15,9 milhões em investimento), 536 mil nutrizes (R$ 26,1 milhões) e 15 milhões de crianças e adolescentes (R$ 698 milhões).    
 
Proteção – Outra criação da nova versão do Bolsa Família, a Regra de Proteção permite aos beneficiários permanecerem no programa por até dois anos mesmo depois de conseguirem um emprego com carteira assinada ou aumento de renda até o limite médio de meio salário mínimo por integrante da família. Nesse caso, a família recebe 50% do valor do Bolsa Família. Esse benefício atinge, em fevereiro, 2,2 milhões de famílias.  
 
Dusa fotos 
 
Foto Bol: MDAS/Divulgação 
Bolsa Família: valor total liberado pára Ribeirão Preto, em fevereiro, é de R$ 17.609.257, queda de 4,06% em relação aos R$ 18.353.844 do mês anterior  
 
BOX 
Calendário do Bolsa  
Família: fevereiro/2024  
NIS final 1: 16 de fevereiro 
NIS final 2: 19 de fevereiro 
NIS final 3: 20 de fevereiro 
NIS final 4: 21 de fevereiro 
NIS final 5: 22 de fevereiro 
NIS final 6: 23 de fevereiro 
NIS final 7: 26 de fevereiro 
NIS final 8: 27 de fevereiro 
NIS final 9: 28 de fevereiro 
NIS final 0: 29 de fevereiro 
Valores para  
Ribeirão Preto 
Fevereiro de 2024 
Famílias: 25.775 
Valor: R$ 17.609.257 
Valor médio: R$ 683,19 
Janeiro de 2024 
Famílias: 26.504 
Valor: R$ 18.353.844 
Valor médio: R$ 692,49 
 
 
Auxílio Gás chega a  
7.401 famílias de RP 
Fevereiro também será marcado pelo pagamento do Auxílio Gás, no valor de R$ 102, que atenderá 721.277 famílias no estado de São Paulo, por meio de repasses do governo federal que somam R$ 73,57 milhões. O benefício é pago a cada dois meses para pessoas em maior condição de vulnerabilidade. 
 
Em Ribeirão Preto, 7.401 núcleos familiares vão dividir R$ 754.902 em fevereiro. A média é a mesma: R$ 102. Franca tem 3.990 beneficiários que receberão R$ 406.980. Em Barretos, 1.918 famílias serão contempladas com R$ 195.636. 
 
O Auxílio Gás começou a ser liberado nesta sexta-feira (16) às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com Número de Identificação Social (NIS) final 1. O valor caiu para R$ 102, por causa das reduções recentes no preço do botijão. Pagamento também vai até dia 29 
 
Com duração prevista até o fim de 2026, o programa beneficia cerca de 5,3 milhões de famílias. Com a aprovação da Emenda Constitucional da Transição, no fim de 2022, o benefício foi mantido em 100% do preço médio do botijão de 13 quilos. 
 
Só pode receber o Auxílio Gás quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica. 
 
Foto Gás: Max Gallão Mesquita 
Auxílio Gás em Ribeirão Preto: 7.401 núcleos familiares da cidade vão dividir R$ 754.902 em fevereiro, com média de R$ 102 para cada família 
 

Mais notícias