Vereadores reforçam mensagens via app

0
74

Vereadores de Ribeirão Preto aumentaram a quantida­de de mensagens disparadas e vídeos pelo aplicativo WhatsA­pp neste começo de ano, como forma de prestar contas de suas atividades para a população em um período de ‘entressafra’ política provocada pelo recesso parlamen­tar da Câmara – que começou em dezembro e só terminará em 4 de fevereiro, quando será realizada a primeira sessão or­dinária de 2020.

O parlamentar que mais intensificou este tipo de comu­nicação é Alessandro Maraca (MDB). Desde o início de ja­neiro, ele tem enviado diaria­mente vídeos com cobranças para a administração munici­pal sobre problemas que diz ter denunciado ao longo do atual mandato – começou em 1º de janeiro de 2017 e vai até 31 de dezembro de 2021.

Nos vídeos aparecem te­mas como o abandono da área da antiga fábrica da Compa­nhia Nacional de Estamparia (Cianê), da família Matarazzo, no bairro Campos Elíseos, na Zona Norte, para a construção de uma escola do Serviço So­cial da Indústria (Sesi), praças públicas sem manutenção e a demora para instalação de dez academias ao ar livre pela pre­feitura. O parlamentar afirma que recursos no valor de R$ 250 mil provenientes de emen­da parlamentar foram disponi­bilizados para o município.

“Tenho aproveitado este período para prestar contas à população sobre o que te­nho feito”, afirma Maraca. Ele garante que, com o início das sessões legislativas, vai diminuir as postagens e suas visitas a estes locais, pois vai priorizar as cobranças por meio do Legislativo – via re­querimentos.

Agenda online
Desde que assumiu o car­go, em 3 de dezembro do ano passado, no lugar de Otoniel Lima (Republicanos) – que perdeu o mandato depois de uma condenação por impro­bidade administrativa –, Luiz Carlos França (PDT) disponi­biliza diariamente sua agenda via WhatsApp. Porém, desde o início deste ano, o pedetista também tem postado vídeos com cobranças feitas para o governo Duarte Nogueira Jú­nior (PSDB).

A maioria dos casos são referentes aos bairros do Com­plexo Ribeirão Verde, na região Leste da cidade, onde ele reside e tem sua base eleitoral. Já com menos frequência, o vereador Fabiano Guimarães (DEM) tem enviado vídeos com temas ligados ao desenvolvimento econômico e à educação públi­ca. Ele é o idealizador e criador do portal www.situacaodases­colas.com.br, site que mostra, por meio de 100 indicadores, a situação das 109 escolas municipais e das conveniadas com o município.

Ex-vereador envia mensagens diárias
Todos os dias, o ex-vereador e radialista Sebastião Xavier envia, para o grupo de pessoas do seu WhatsApp, textos e áudios sobre os mais variados assuntos. As postagens vão desde mensagens de auto-es­tima até pequenos trechos de seu programa de rádio – que vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11 horas ao meio-dia, pela Rádio CMN de Ribeirão Preto. Parlamentar por 18 anos em Ribeirão Preto, Xavier exerceu o cargo até o final de 2000.

Nas eleições municipais daquele ano, optou por não tentar a ree­leição para o Legislativo e foi candidato a vice-prefeito pelo então Partido da Frente Liberal (PFL), na chapa encabeçada pelo também ex-parlamentar e jornalista e radialista Antônio Carlos Morandini do Larga Brasa – assina coluna diária neste Tribuna. A dupla ficou em se­gundo lugar na disputa, cujo vencedor – em primeiro turno – foi Antônio Palocci Filho (então no PT). Em todas as mensagens enviadas Xavier faz questão de ressaltar que não é candidato a nenhum cargo eletivo.