Tribuna Ribeirão
DestaquePolítica

Frente de esquerda é oficializada em RP

Representantes de cinco legendas oficializaram a Frente Progressista de Esquerda para apoiar a candidatura do advogado Jorge Roque à prefeitura (Alfredo Risk)

Os diretórios do Partido dos Trabalhadores, Partido Verde (PV), Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Rede Sustentabilidade de Ribeirão Preto oficializaram, nesta segunda-feira, 27 de maio, a Frente Progressista de Esquerda rumo às eleições municipais. 
 
O lançamento foi realizado na sede do Diretório Municipal do PT e as cinco legendas se uniram em torno da pré-candidatura do advogado Jorge Roque (PT) à prefeitura de Ribeirão Preto. Ele foi escolhido pelo partido em prévia realizada em dois turnos, em fevereiro e março.  
 
Ele obteve 244 votos contra 235 do ex-promotor de Justiça e professor de Direito Antonio Alberto Machado. Seis filiados anularam o voto. Os dois disputaram a indicação em 9 de março após terem sido os mais votados na primeira prévia, realizada em 24 de fevereiro, com a participação de cinco postulantes a indicação.  
 
A escolha do candidato por meio do voto dos filiados foi o caminho encontrado pelo Partido dos Trabalhadores para definir o nome que vai representá-lo nas eleições deste ano, pois cinco postulantes tentavam a indicação. Em Ribeirão Preto, o PT tem 5,5 mil filiados. 
 
Segundo os organizadores, o objetivo da frente é articular as forças políticas comprometidas com as necessidades da classe trabalhadora e com a construção de um futuro mais equitativo para todos. Estão convictos de que a pré-candidatura de Jorge Roque é a via para a transformação que Ribeirão Preto necessita. 
 
O grupo diz que a proposta é fundamentada em valores progressistas e em uma visão de futuro inclusiva e sustentável. Segundo Jorge Roque, a última vez em que houve essa unidade foi quando o PT chegou à prefeitura de Ribeirão Preto pela primeira vez, na eleição de Antônio Palocci, em 1992.  
 
O primeiro mandato petista ocorreu entre 1993 e 1996. O pré-candidato salientou que a saúde ocupa o primeiro lugar na preocupação dos ribeirão-pretanos. “Nossa diferença é que colocamos o povo no centro do orçamento público, atendendo as necessidades básicas da população, sem descuidar do desenvolvimento econômico”, concluiu. 
 
Ribeirão Preto já tem dez pré-candidatos a prefeito para as próximas eleições municipais, que têm primeiro turno marcado para 6 de outubro  – o segundo, caso haja necessidade, será no dia 27 do mesmo mês. É o maior número de concorrentes da história, superando o recorde de nove postulantes do pleito de 2016.  
 
A lista traz o atual vice-prefeito Daniel Gobbi (41 anos, PP), deputado Ricardo Silva (38 anos, Partido Social Democrata – PSD), o advogado Jorge Roque (46 anos, Partido dos Trabalhadores – PT), o também o advogado e ex-secretário municipal da Justiça e Casa Civil, Alessandro Hirata (45 anos, Partido da Social Democracia Brasileira PSDB) e o vereador Igor Oliveira (40 anos, MDB). 
 
Os outros são a ex-reitora da Universidade de São Paulo (USP), Suely Vilela (70 anos, Partido Socialista Brasileiro – PSB), o engenheiro químico e empresário Marco Aurélio Martins (53 anos, Novo), o vereador Isaac Antunes (40 anos, PL), o coronel da reserva da polícia Militar Luís Henrique Usai (60 anos, Podemos) e o juiz aposentado Ismar Cabral Menezes (55 anos, Agir36). 
 
A Justiça Eleitoral determina que o período para os partidos realizarem convenções e decidirem seus candidatos vai de 20 de julho a 5 de agosto. O pedido de registro definitivo da candidatura deve ser feito até 15 de agosto. Por isso, o atual cenário ainda pode sofrer alterações conforme a movimentação política na cidade até estas datas. 
 
O educador e sindicalista Mauro Inácio, de 55 anos, do PSOL, desistiu de sua pré-candidatura a prefeito de Ribeirão Preto nas eleições deste ano. Ele vai tentar uma cadeira na Câmara de Vereadores. Segundo o partido, a desistência foi motivada pela formação da frente de esquerda oficializada ontem. 
 
Candidatos a prefeito 
Jorge Roque (PT) 
– Alessandro Hirata (PSDB) 
– Ricardo Silva (PSDD) 
Daniel Gobbi (PP) 
Igor Oliveira (MDB) 
Suely Vilela (PSB) 
Marco Aurélio Martins (Novo) 
Isaac Antunes (PL) 
Luís Henrique Usai (Podemos)  
Ismar Cabral (Agir36) 

Postagens relacionadas

Parque Raya vai fechar para roçada nesta segunda (27)

Redação 2

Varejo de RP tem sexta alta seguida

Redação 1

UPA será aberta no meio de 2018

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com