Tribuna Ribeirão
Geral

Larga Brasa

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS
Vereadores sempre atentos aos problemas e gastos da cidade precisam verificar os valores das locações de veículos das se­cretarias municipais. Há que se constatar a necessidade de tais procedimentos e mesmo as condições dos carros, vans etc. As locadoras pagam o ISS em Ribeirão Preto ou nos paraísos fiscais das placas que ostentam. Sempre é bom constatar estes itens que são importantes para a arrecadação da Fazenda Municipal. Na Secretaria Municipal da Saúde funcionários garantem que são muitas as vans com placas de outros municípios evidenciando que o IPVA deve ser pago nas cidades de origem. É um item a ser observado para preservar a saúde financeira da cidade.

ESTAMOS ACOMPANHANDO
A partir do próximo ano teremos mais um item a ser acompanhado na arrecadação do ISS. Será o imposto municipal por serviços pres­tados das operadoras de leasing. Ate 31 de dezembro os bancos e financeiras que operam com locação de veículos, máquinas e, mes­mo de imóveis com possibilidade de compra no final do contrato. Até aquela data os tributos estarão sendo arrecadados pelos muni­cípios nos locais em que as sedes das operadoras estão instaladas. A partir de então os impostos serão carregados para as cidades em que os negócios são realizados. A nossa comuna deverá receber muito dinheiro daqui para frente. O passado não se recupera.

CARTÕES DE CRÉDITO
Neste ano teremos como contra partida a arrecadação de 43 mi­lhões de reais também por conta do ISS das operações financei­ras realizadas por aqui. É um dinheiro que se perdia e, justiça se lhe faça, o Prefeito Nogueira também lutou junto com a Frente de Prefeitos para se tornar realidade.

UMIDADE RELATIVA DO AR DE DESERTO
Nos últimos dias tivemos momentos em que a umidade relativa do ar beirou a de deserto como o do Saara. Passamos perto da marca dos nove que indica seca de deserto. Imaginem as crianças e os idosos como estão dentro deste quadro.

SEM PRÊMIO E SEM MÉDICOS
A ação impetrada pela Procuradoria do Estado contra o pagamen­to do “prêmio incentivo” irá gerar problemas insanáveis na Saúde, em particular. Para adequar os salários dos médicos que eram le­vados para as cidades da região, atraídos pelos pagamentos altos de plantões optou-se em oferecer-lhes o tal “Prêmio Incentivo”. Se o mesmo for retirado e não se encontrar uma fórmula para retribuição do trabalho realizado a grande maioria irá perder perto de 50% do salário. Muitos deles irão voltar a dar plantões regia­mente pagos por pequenos municípios que não conseguem atrair profissionais. O povo é quem vai ser prejudicado.

Postagens relacionadas

Larga Brasa

William Teodoro

Larga Brasa

Redação 1

Planalto divulga foto oficial do presidente Michel Temer

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com