App de análise de dados com uso de blockchain se torna open source

0
16

O Fluree é uma plataforma de dados gráfica que alia facilidade de interação do usuário com a segurança do uso de um circuito de blockchain. É assim que Brian Platz, CEO e co-fundador da empresa a definiu em uma entrevista.

A ascensão de bancos de dados visuais e interativos é explicada pelo número de organizações que precisam de analisar dados com facilidade e praticidade. Platz relata que em 2016, ano de fundação do Fluree, percebeu a necessidade de adicionar mais segurança ao modelo destas plataformas. “Observamos o cenário. Vimos um momento empolgante em torno das tecnologias blockchain, que pensamos que poderiam agregar valor aos dados para proteger a integridade das informações, algo que surpreendentemente não temos hoje em dia.”, confirmou.

Além disso, Platz e seu sócio, o empresário Flip Filipowski, apostaram em um modelo de interação com as informações armazenadas que desse foco nos dados, simplificando o acesso e a utilização de uma plataforma. “Também nos entusiasmamos muito com a web semântica, com tecnologias de gráficos semânticos e sua capacidade de conectar dados como as informações conectadas à Internet. Esses dois, combinados com algumas outras coisas que poderíamos analisar, realmente têm uma oportunidade de levar o gerenciamento de dados a um nível totalmente novo.”, completou.

Reprodução

O Fluree atua simplificando e centralizando o acesso à informação para os usuários da plataforma. Imagem: Fluree/Divulgação

O desenvolvimento de uma estrutura ideal de compartilhamento de informações, de maneira segura e prática, levou tempo e aperfeiçoamento para acontecer. A primeira versão comercial do sistema foi lançada oficialmente em 2019, angariando clientes de grande porte, como o Departamento de Defesa da Força Aérea dos EUA.

Para tornar a adesão à aplicação maior, os desenvolvedores do Fluree optaram por tornar seu uso simples e acessível. “As pessoas podem baixar o Fluree em seus laptops, executá-lo como um único nó e formar um consenso de uma máquina automaticamente. Você pode inserir alguns dados e começar a construir uma aplicação em React, ou algo que use GraphQL, e isso pode ser feito em literalmente 20 minutos.”, afirmou Platz.

A utilização de blockchain de permissão, uma modalidade de segurança que permite somente computadores de um determinado grupo a acessar um sistema, torna sua utilização ainda mais favorável para empresas e outros grupos interessados na partilha segura de arquivos.

Além de aumentar a segurança das informações contra-ataques de terceiros, ela registra mudanças e adulterações feitas por usuários, o que torna processos de auditoria mais simples. “Embora nós, como humanos, possamos fazer julgamentos sobre as informações que recebemos quando tomamos decisões, as máquinas – IA em particular – não têm capacidade de fazer julgamentos semelhantes sobre os dados nos quais estão operando e sendo capaz de provar que os dados não foram adulterados.”, disse Platz.

O Fluree, por fim, se tornou uma aplicação de código-aberto, adotando a licença GPL, que obriga softwares derivados a também registrar sua aplicação como aberta. Esta decisão tem a ver com estratégias de negócio, quanto a competição com outras plataformas que oferecem software como um serviço.

Fonte: ZD Net

Comentários