Jornal Tribuna Ribeirão

Artigo escrito por detento é publicado em revista científica

Dentro do presídio, Flávio dos Santos Alves, 32 anos, se formou em Pedagogia e também se especializou em Aconselhamento Filosófico. O trabalho de conclusão da pós-graduação foi publicado em revista científica (versão online) de uma universidade federal. Hoje, ele celebra a oportunidade por reescrever a sua história e enxerga a im­portância de investir em edu­cação e conhecimento.

“Aprendi a tratar os in­fortúnios da vida de manei­ra serena e com a certeza de que tudo é mudança, que podemos nos tornar pessoas melhores e mais fortes inter­namente”, pontua Alves que, atualmente, está recluso no Centro de Progressão Peni­tenciária (CPP) de Jardinó­polis. A sua história com os estudos, porém, começou em 2016, quando ele cumpria pena em regime fechado, na Penitenciária I de Serra Azul.

Lá, ele decidiu seguir o caminho da ressocialização e se inscreveu em um curso de Pedagogia oferecido na mo­dalidade ensino a distância (EaD), por meio de uma par­ceria firmada entre a unidade prisional e o Centro Univer­sitário Claretiano de Batatais.

Durante o período em que fez faculdade, participou como monitor do “Projeto Boécio”, que oferecia aulas de Filosofia Aplicada aos presos que cursavam os en­sinos Fundamental e Médio. O curso tinha como proposta resgatar a capacidade crítica e de relações interpessoais, conciliar sentimento, pensa­mentos e ações do dia a dia.

Especialização
Por participar ativamen­te das atividades, Alves de­cidiu, em agosto de 2020, cursar pós-graduação em “Aconselhamento Filosófi­co”. Com apoio do docente Edson Renato Nardi, de­senvolveu o artigo “Acon­selhamento Filosófico no Cárcere: A Educação Es­tóica como Chave para a Liberdade”, que foi publi­cado em edição especial da revista Biblioteca Digi­tal de Periódicos, mantida pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“O artigo foi desenvol­vido dentro das sessões de Aconselhamento Filosófico. Trata-se de um conjunto de atividades desenvolvidas em vários países e buscam apresentar, de maneira prá­tica, diversas formas de en­contrarmos soluções para os nossos problemas, fazen­do uso da filosofia estóica como ferramenta transfor­madora. No Brasil, esse projeto oferece benefícios dentro da filosofia aplicada no dia a dia e também me motivou na escolha da mi­nha especialização”, explica.

Benefícios
Alves detalha que o traba­lho teve como objetivo apontar os benefícios do projeto filo­sófico aplicado dentro de uma unidade prisional. “Por meio de um relato de experiência, pude apontar meu crescimen­to como pessoa humana, além de enriquecer meu repertório de competências do saber e apresentar as mudanças oca­sionadas no comportamento e no modo como eu pensava e agia antes de retomar meus es­tudos e depois da minha parti­cipação no projeto”.

“Espero que os objetivos empregados neste artigo sejam notados e possam contribuir e fomentar novas iniciativas de apoio à educação, para que novos resultados possam sur­gir”, finaliza Alves.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort