30 C
Ribeirão Preto
20 de abril de 2024 | 13:23
Jornal Tribuna Ribeirão
O cultivo de milho verão do ciclo 2023/24 alcançava no sábado passado 97,3% da área estimada para o Brasil,1,5 pp atrás do período anterior (Wenderson Araujo/Trilux)
Início » Colheita de soja atinge 20,9% da área no Brasil 
DestaqueEconomia

Colheita de soja atinge 20,9% da área no Brasil 

A colheita da safra brasileira de soja 2023/24 atingia 20,9% da área plantada no país no último sábado, 10 de fevereiro, informa a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em levantamento semanal de progresso de safra. O avanço é de 5,5 pontos percentuais na comparação anual e de 6,9 pontos percentuais em uma semana. 
 
Entre os Estados que já iniciaram a retirada da oleaginosa do campo, Mato Grosso tem os trabalhos de campo mais avançados, com 45,4% da área colhida. Apenas Rio Grande do Sul e Piauí ainda não iniciaram a colheita da safra.  
 
O plantio da oleaginosa 2023/24 ainda não terminou. A semeadura avançou 0,3 ponto percentual na semana, alcançando 99,9% da área estimada no País, 0,1 ponto percentual à frente de igual período do ano passado, quando 99,8% da área estava semeada. O cultivo da soja ainda está em andamento em Goiás (99,8%) e no Maranhão (97%). 
 
MilhoO cultivo de milho verão do ciclo 2023/24 alcançava no sábado passado 97,3% da área estimada para o Brasil, 1,5 ponto percentual atrás do reportado no período equivalente da temporada anterior. Os trabalhos avançaram 2 pontos percentuais ante a última semana. Nos Estados ainda em fase de plantio, a semeadura está mais avançada no Rio Grande do Sul (99%). 
 
A colheita da primeira safra de milho alcançou 18,6% da área plantada no País, avanço de 4,8 pontos percentuais na semana e de 7,6 pontos percentuais entre as temporadas. Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo começaram a retirada do cereal do campo, com, respectivamente, 52%, 28%, 36% e 11% da área colhida. 
 
A Conab informa, ainda, que o plantio da segunda safra 2023/24 de milho atingia 31,5% da área prevista no sábado, avanço de 11,7 pontos percentuais na semana e 11,1 pontos percentuais à frente de igual período da temporada anterior. Mato Grosso (48,3%) e Paraná (32%) lideram o plantio das lavouras de inverno do cereal. 
 
AlgodãoA safra de algodão 2023/24 teve 95,37% da área prevista semeada, avanço de 6,6 pontos percentuais na semana e de 3 pontos percentuais entre as safras. Entre os Estados que ainda cultivam a pluma, os trabalhos de campo estão mais avançados em Mato Grosso (98,4%) e mais lentos na Bahia, com 83,3% das lavouras implantadas. 
 
FeijãoA Conab informou também que o plantio das lavouras de feijão da safra 2023/24 alcançou 93,8% da área, avanço de 3,3 pontos percentuais na semana, mas atraso de 6,2 pontos percentuais ante igual período do ano passado, quando a semeadura já estava concluída. 
 
Piauí (74%) ainda planta as lavouras do grão, enquanto a colheita de feijão 2023/24 alcançou 34,3% da área semeada no País, 5,4 pontos percentuais mais que há uma semana e 11,2 pontos percentuais atrás de igual período da temporada passada. 
 
ArrozA semeadura das lavouras de arroz 2023/24 está 0,5 ponto percentual atrasada na comparação entre as safras, alcançando 99,3% da área prevista no País. Na semana, houve avanço de 0,6 ponto percentual, segundo os dados da Conab.  
 
As lavouras de arroz também começaram a ser colhidas no Brasil, com 4% da área retirada, avanço de 1,3 ponto percentual em uma semana e de 2,2 pontos percentuais na comparação entre as safras Santa Catarina (27%) e Goiás (12%) são os Estados mais avançados na retirada do cereal do campo. 
 

Mais notícias